Itaú faz campanha de renegociação de dívidas; 2 milhões podem ser beneficiados

Em junho deste ano, o número de brasileiros inadimplentes chegou a 67,6 milhões (Getty Creative)
Em junho deste ano, o número de brasileiros inadimplentes chegou a 67,6 milhões (Getty Creative)
  • Campanha de renegociação de dívidas do Itaú visa atender mais de 2 milhões de correntistas

  • Banco oferecerá descontos para renegociações parceladas, opções de parcelamento e redução de taxas de juros

  • Quanto maior o valor da entrada paga pelo cliente, melhores as condições da proposta

Durante todo o mês de setembro, o Itaú promoverá uma campanha de renegociação de dívidas para os seus clientes. O objetivo é atender mais de 2 milhões de correntistas.

De acordo com o portal Exame, o banco oferecerá descontos para renegociações parceladas, opções de parcelamento e redução de taxas de juros e disponibilidade de diversos canais de atendimento para regularizar a situação.

“Quanto maior o valor da entrada paga pelo cliente, melhores as condições da proposta”, afirmou à reportagem Beatriz Bernardi, diretora de Recuperação do Varejo do Itaú Unibanco.

Os clientes que precisam renegociar a situação com o Itaú podem acessar o app do Itaú, iniciar uma conversa por WhatsApp com o número (11) 4004-1144, entrar no site ou comparecer a uma das agências dos correios de todo o país.

Inadimplência recorde

Em junho deste ano, o número de brasileiros inadimplentes chegou a 67,6 milhões. Esse é o maior número da série histórica da Serasa Experian, iniciada em 2016.

Na prática, as instituições têm o direito a negativar o consumidor no primeiro dia de atraso. No entanto, as empresas costumam esperar 30 dias antes de incluir o nome dos devedores em listas de proteção de crédito.

Em alguns casos, como em serviços, as companhias também podem interromper o fornecimento. Nesse caso, a trégua concedida aos inadimplentes de serviços essenciais, como água, luz e telecomunicações, (concedida no auge da pandemia) não está mais em vigor.

Para se planejar financeiramente para quitas as dívidas, o devedor pode solicitar ao credor o cálculo da dívida, dados como custo total, juros e prazo de pagamento.

Buscar por propostas de renegociação pode ser uma alternativa interessante para quitas os débitos. Até cinco dias úteis depois do pagamento da primeira parcela da renegociação, o nome do consumidor precisa ser retirado do cadastro de devedores.