Item sobre reforma trabalhista do programa de Lula e Alckmin deve ser alterado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O parágrafo que trata da reforma trabalhista no documento de diretrizes do programa de governo da pré-candidatura de Lula e Geraldo Alckmin deve ganhar uma nova redação. O termo “revogação” é fruto de divergência entre os partidos da aliança. O objetivo da nova redação seria enfatizar mais os itens que constarão de uma nova lei do que a revogação por si só.

Pré-campanha: Tebet é diagnosticada com Covid-19

Só no Paraná agora: Moro não recorre, e TRE-SP encerra processo sobre domicílio eleitoral

Antigos aliados: PSDB e MDB voltam a compor coligação presidencial após 20 anos

União Brasil: Bivar diz que partido ‘desembarca’ do PSDB em todo o país

O presidente do Solidariedade, Paulinho da Força, chegou a dizer num evento com Lula, em maio, que o pré-candidato do PT deveria esquecer a reforma trabalhista. Já o PSOL colocou a revogação como condição para apoiar o petista.

Uma das propostas em estudo é usar o documento elaborado este ano pela conferência de nove centrais sindicais, o Conclat, que fala em “revogar os marcos regressivos” da reforma trabalhista. Paulinho é presidente de honra da Força Sindical, uma das centrais que redigiu o documento.

O texto preliminar das diretrizes para a elaboração do programa de governo da chapa Lula-Alckmin, divulgado na segunda-feira, defende “a revogação da reforma trabalhista feita no governo Temer e a construção de uma nova legislação trabalhista, a partir da negociação tripartite”.

Em reunião na quinta-feira, os partidos apresentaram emendas para o texto preliminar. Ao longo do fim de semana, os representantes de PT, PCdoB, PV, PSOL,PSB, Solidariedade, Rede e PSOL voltarão a se reunir para debater os itens que serão alterados.

A divulgação das diretrizes do programa de governo antes que os partidos apresentassem suas emendas provocou mal-estar entre os representantes das siglas. Houve incômodo por causa da circulação de um texto ainda preliminar.

A expectativa agora é que as outras mudanças se deem mais em torno da redação do que do conteúdo.

O texto divulgado na segunda-feira trata também, entre outros temas, da revogação da teto de gastos, além de defender o papel das empresas estatais na promoção do desenvolvimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos