Itens de bruxaria e rituais são encontrados na casa de Lázaro

·1 minuto de leitura
Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Foto: Divulgação/ Polícia Civil
  • Homem é acusado de assassinar toda uma família e está foragido

  • Há 8 dias mais de 200 policiais trabalham nas buscas

  • Secretário o descreveu como ‘psicopata’

Foram encontrados itens de bruxaria e que indicam a prática de rituais, pela Polícia Civil, na casa de Lázaro Barbosa, 32 anos, suspeito de assassinar uma família em Ceilândia, Distrito Federal, no dia 9 deste mês.

Os objetos foram encontrados na residência em que Lázaro vivia, no distrito de Girassol, no povoado Cocalzinho de Goiás, onde também mora seu pai. O delegado responsável pela investigação dos assassinatos, Raphael Barboza, busca saber se mais alguém residia no local e há quanto tempo Lázaro vivia lá.

Nas fotos tiradas pelos agentes de polícia, é possível ver a palavra “satan” (em inglês, que significa “satanás”) em uma das paredes.

Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Leia também:

Lázaro está foragido há oito dias e 200 policiais trabalham nas buscas. Ele já escapou da detenção três vezes e, além dos assassinatos, é acusado de invasão de chácaras, sequestro, roubo de veículo e também de ferir um policial.

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, conta que o foragido segue um ritual para matar suas vítimas. Ele descreveu Lázaro como “psicopata” e uma pessoa que tem facilidade de se esconder, por ser mateiro e caçador.

“Ele leva para beira do rio, manda tirar as roupas e acaba matando”, contou o secretário durante entrevista coletiva.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos