Ivanka Trump pede ao pai fim da separação de famílias imigrantes

Ivanka Trump nos jardins da Casa Branca

A filha e assessora do presidente americano, Donald Trump, Ivanka Trump, pediu a seu pai que ponha fim à política de separação de famílias na fronteira entre os Estados Unidos e o México, informaram os meios de comunicação locais.

Ivanka não fez qualquer comentário público sobre o tema, mas Trump disse aos congressistas durante uma reunião na noite de terça que sua filha havia comentado o problema, informaram a CNN e o Washington Post.

O representante por Nova York Chris Collins disse que Trump contou que sua filha viu as imagens das crianças imigrantes e disse a ele que devia lidar com a crise "por muitas razões", segundo a CNN.

"Ele mencionou que sua filha o incentivou a terminar com isso e disse que ele reconhece que deve fazer isso e que as imagens são dolorosas e que está procurando uma solução legislativa", afirmou o representante da Flórida, Carlos Curbelo, citado pela CNN.

A jornalista do New York Times, Maggie Haberman, informou no Twitter que Trump citou Ivanka Trump: "Papai, o que estamos fazendo sobre isso?", perguntou ela.

Horas depois de Trump redobrar a política de "tolerância zero" de seu governo em relação à imigração ilegal, que faz com que os pais imigrantes sejam separados de seus filhos menores de idade, os congressistas republicanos saíram da reunião confiantes que o presidente apoiará a legislação que os líderes da Câmara esperam levar à votação.