Jérôme Dardillac e Carlos Cordeiro apontam os caminhos dos terroirs do Brasil

·3 min de leitura

Embaixada dos chefs que estão na cidade para participar do Rio Gastronomia, o Fairmont, em Copacabana, é referência em gastronomia de ingredientes brasileiros, no Marine Restô e no bar Spirit. E o que os chefs Jérôme Dardillac e Carlos Cordeiro fizeram neste sábado (18), no Auditório Santander Brasil de Sabores, foi mostrar isso na prática durante a aula “Terroirs do Brasil”.

A receita escolhida foi um camarão VG grelhado com mousseline de batata baroa com baunilha da Amazônia e molho de moqueca baiana.

— O cumaru é uma semente que remete ao sabor da baunilha — explicou Cordeiro, enquanto o insumo era apresentado ao público. — Por ser um ingrediente brasileiro usamos bastante no hotel.

Trazendo ainda mais brasilidade ao prato, o azeite de dendê também foi utilizado na receita.

— Tem que tomar cuidado com o dendê, que é um ingrediente muito forte — alertou Dardillac. — É importante não mascarar o ingrediente principal, não esconder o sabor com outros insumos. Por isso também é tão importante trabalhar com ingredientes frescos e de qualidade, que possam ser temperados apenas com sal e pimenta.

Confira a receita

Rendimento: 8 porções

Ingredientes:

16 camarões VG limpos

1,2 kg de batata baroa descascada

300g de creme de leite fresco

300g de manteiga

Cumaru ralado, a gosto

Sal e pimenta do reino, a gosto

Molho de pimenta, a gosto

1 pimentão vermelho cortado em cubos

1 pimentão amarelo cortado em cubos

1 pimentão verde cortado em cubos

2 cebolas roxas cortadas em cubos

10 dentes de alho descascados

6 tomates cortados em cubos1 litro de leite de coco

2 litros de tomate pelati

1 unidade de coentro

80 ml de azeite de dendê

500 g de camarão VM

Sal e pimenta do reino moída a gosto

3 limões siciliano

Broton de coentro a gosto

Modo de preparo:

Para a mousseline

Começar lavando as batatas e se cansando. Colocar em um saco e cozinhar em água fervendo a modo de evitar que seja cozida na água para não ter diluição do sabor.

Bater no líquidificador a baroa com o creme de leite, manteiga até obter textura de mousseline. Temperar com sal, pimenta do reino, cumaru e molho de pimenta a gosto.

Molho de moqueca

Em uma panela grande em fogo alto, adicionar o dendê e grelhar bem os camarões no azeite.

Adicionar os legumes cortados e caramelizar tudo. Adicionar o molho de tomate e abaixar o fogo. Quando tudo estiver bem cozido, desligar e processar em um liquidificador. Coar. Adicionar leite de coco e coentro picado ao molho coado, ajustar e os temperos vc m sal e pimenta do reino moída.

Finalização

Em uma frigideira em fogo alto, grelhar os camarões dos dois lados até ficarem bem caramelizados. Dispor no prato o mousseline de batata baroa quente e empratar com o camarão .Adicionar o molho de moqueca ao prato o e finalizar com um limão siciliano cortado e brotos de coentro.

Já comprou o seu ingresso?

As entradas custam R$ 65 (R$ 32,50, a meia) e estão à venda pelo site ingressocerto.com/riogastronomia. Crianças de até 10 anos não pagam. Roda-gigante: R$ 15 (individual) e R$ 50 (para quatro pessoas).

Desconto:

Outra opção é o ingresso solidário Mesa Brasil Sesc RJ com 30% de desconto, fazendo uma doação de R$ 10 ou R$ 5 revertida em alimentos para o projeto. Na compra do ingresso para um dia, assinantes O GLOBO ganham uma 2ª entrada. Mais informações sobre descontos para assinantes do GLOBO e Valor Econômico, alunos Senac RJ e clientes Santander estão no riogastronomia.com.

Cuidado redobrado:

Os protocolos sanitários das autoridades de saúde serão seguidos. Será exigido o passaporte da vacina, com documento de identificação.

Onde:

Jockey Club Brasileiro. Praça Santos Dumont 31, Gávea.

Horários:

Do meio-dia às 23h.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos