Jô disputou seu primeiro Dérbi pelo Corinthians há mais de 17 anos

·2 minuto de leitura


O Corinthians tem um time de jogadores experientes em Dérbis dentro do elenco. Seis deles disputaram mais de dez clássicos contra o Palmeiras defendendo as cores alvinegras. No entanto, nenhum deles é tão antigo no assunto quanto Jô, que disputou seu primeiro clássico contra o rival há 17 anos.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Relembre a estreia de grandes jogadores do Corinthians na última década

Aos 34 anos de idade, Jô está em sua terceira passagem pelo Timão, sendo a primeira delas quando foi promovido do Terrão para a equipe profissional, entre 2003 e 2005. Foi nesse período que o centroavante teve sua estreia em Dérbis. No dia 2 de maio de 2004, aos 17 anos, o jovem entrava em campo para seu primeiro duelo com o Verdão, que levou a melhor em goleada por 4 a 0.

Naquele dia, o Corinthians atuou com a seguinte escalação: Fábio Costa; Coelho, Anderson, Váldson e Renato Abreu; Wendel, Rincón, Rodrigo Beckham e Piá; Gil e Jô. Entraram depois: Rosinei, Marcelo Ramos e Wilson.

De lá para cá, Jô disputou ao todo 12 Dérbis, com cinco vitórias, três empates e quatro derrotas. O último deles aconteceu na semifinal do Paulistão-2021, em que o Timão acabou sendo eliminado pelo rival após derrota por 2 a 0.

Nesse histórico, Jô anotou quatro gols pelo Corinthians diante do Palmeiras. O primeiro foi marcado no dia 29 de agosto de 2004, ou seja, há mais de 17 anos. O tento foi decisivo para a vitória alvinegra por 1 a 0, pelo Brasileirão.

A trajetória de gols decisivos de Jô contra o Verdão continuou em sua segunda passagem, em 2017, quando marcou no fim de um jogo pelo Paulistão, em que o rival era amplo favorito e tinha um a mais em campo. Com apenas três minutos em campo, ele deu a vitória para o Timão. Depois, pelo Brasileirão do mesmo ano, ele anotou o terceiro no 3 a 2 que praticamente decidiu o título.

Em 2020, já em sua terceira passagem, Jô novamente mostrou sua estrela quando sofreu um pênalti no último minuto da final do Paulistão. Ele mesmo bateu e converteu para empatar a partida em 1 a 1 e levar a decisão para os pênaltis. Nas cobranças, porém, o Palmeiras acabou conquistando o título.

Neste sábado, às 19h, na Neo Química Arena, a titularidade de Jô é uma incógnita, mas certamente ele será uma peça importante na preparação do time pela vasta experiência no Dérbi e pelo seu poder de decisão no duelo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos