J Balvin encontra papa Francisco e brinca: "Certeza que gosta de reggaeton"

J Balvin no desfile Dior Homme Menswear Spring Summer 2023 no Paris Fashion Week em junho de 2022, na França. (Foto: Stephane Cardinale - Corbis/Corbis via Getty Images)
J Balvin no desfile Dior Homme Menswear Spring Summer 2023 no Paris Fashion Week em junho de 2022, na França. (Foto: Stephane Cardinale - Corbis/Corbis via Getty Images)

J Balvin fez parte de um grupo de artistas que conheceram o papa Francisco no Vaticano nesta quinta-feira (1º). O cantor e compositor colombiano revelou que eles tiveram "uma boa conexão" e sentiu que o pontífice "gosta de reggaeton".

"Tenho certeza que ele gosta de reggaeton. Se ele gosta de futebol, gosta de reggaeton. Eu estava falando com ele e tivemos uma conexão muito boa, vou dar um disco para ele", declarou em conversa com a imprensa, segundo a agência "EFE".

Além de Balvin, os mexicanos Eduardo Verástegui e Alexander Acha também estavam na reunião organizada pela Fundação Vitae, que tem como objetivo objetivo central mostrar "como as artes, a mídia e o entretenimento podem ser utilizados para promover a unidade, a esperança e os encontros entre pessoas em nível global". Eles conversaram sobre como a música é capaz de levar mensagens positivas para milhares de pessoas ao redor do mundo.

O músico afirmou que ver um papa latino o deixa satisfeito e orgulhoso: "Trouxe algo novo ao Vaticano, à religião católica, e a sua humildade é exemplar".

"Para mim, este é o papa mais legal. É tão real. Ele é legal porque se mostra como é. Com esta posição de tanta responsabilidade e privilégio, ele age como se fosse a mesma pessoa que saiu do seu bairro, e isto é o que todos dizem. Ele é genuíno, não finge mudar a sua essência porque é o papa", completou J Balvin.

Em seu perfil no Instagram, o cantor de 37 anos ainda publicou fotos ao lado do pontífice e brincou: “Poucos tiram selfies sorrindo e num flow da Gangue latina com o Papa Francisco. Sempre em ALTA VIBRAÇÃO, AMOR E TOLERÂNCIA".