J&J vai retomar distribuição de vacina contra Covid-19 na Europa após revisão de agência

Manas Mishra e Carl O'Donnell
·1 minuto de leitura
Vacinação contra Covid-19

Por Manas Mishra e Carl O'Donnell

(Reuters) - A Johnson & Johnson disse nesta terça-feira que vai retomar a distribuição de sua vacina contra a Covid-19 na Europa após a agência reguladora regional dizer que os benefícios do imunizante superam os riscos de coágulos sanguíneos raros e potencialmente letais. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) recomendou que fosse adicionado aos rótulos da vacina um alerta sobre coágulos sanguíneos incomuns com baixa contagem de plaquetas, e disse que os benefícios do imunizante superam os riscos. A J&J informou que vai ajustar o rótulo da embalagem de sua vacina para alertar sobre o risco de efeito colateral raro e fornecer instruções sobre como reconhecê-lo e tratá-lo. A empresa disse que retomará a distribuição para a União Europeia (UE), Noruega e Islândia. "É um evento extremamente raro. Esperamos que, ao conscientizar as pessoas, assim como estabelecer um diagnóstico claro e orientações terapêuticas, possamos restaurar a confiança em nossa vacina", disse o diretor científico da J&J, Paul Stoffels, durante uma teleconferência. Casos raros de coágulos sanguíneos similares foram relatados com o uso do imunizante da AstraZeneca, na Europa. A J&J disse mais cedo na terça-feira que estava trabalhando com países europeus para retomar os testes clínicos em andamento para a sua vacina. (Por Manas Mishra, Manojna Maddipatla em Bengaluru e Carl O'Donnell em Nova York)