Já pensou em como pessoas cegas visualizam emojis?

·4 minuto de leitura
6 emojis enfileirados em duas linhas, cada uma com 3 figuras
Você já se perguntou como pessoas cegas enxergam esses emojis?

“Rosto com olhos em forma de coração”. “Rosto chorando de rir”. “Rosto sorridente com olhos semicerrados”. O que essas três frases têm em comum? Todas elas são utilizadas para descrever emojis para quem tem deficiência visual. Mas como funciona isso na prática?

Uma das tecnologias que temos, enquanto pessoas cegas, é a possibilidade de utilizar um programa leitor de tela capaz de verbalizar, por meio de uma voz sintetizada, tudo o que está na tela do computador e do celular. Os emojis nada mais são do que a junção de caracteres, tecnicamente chamados de Unicode. E todos eles possuem uma descrição textual.

Leia também

É assim que eu consigo, por exemplo, me comunicar por meio de emojis com amigos e receber essas informações nas redes sociais. É libertador ter acesso a essa forma de comunicação, que tem sido utilizada nos últimos anos não só por pessoas comuns como também por figuras públicas, jornalistas e até empresas e políticos. Hoje existem cerca de 3521 emojis

Mas toda essa forma de se comunicar por meio de representações visuais também traz enormes desafios em relação à acessibilidade. Em meio a tantas opções, tenho uma certa dificuldade para escolher o emoji que mais representa meu estado de espírito no momento.

No método tradicional, enquanto uma pessoa que enxerga ‘varre’ a tela com os olhos, eu preciso ouvir um por um os nomes dos emojis e essa escolha chega a ser enfadonha. Uma alternativa para abreviar esse processo é uma barra de pesquisa, presente, por exemplo, a partir da versão 14 do iOs (sistema operacional da Apple para celulares).

No início desta coluna, também citei algumas das descrições feitas para caracterizar alguns emojis. E é nesse ponto que se encontra outro problema: as inconsistências entre aquilo que está descrito e o que realmente é visualizado.

Nem sempre essa descrição é satisfatória. Mais um desafio para O consórcio unicode, organização responsável por desenvolver os padrões desse tipo de caractere. É preciso pensar em como tornar as descrições mais fidedignas. Uma ideia seria utilizar o apoio de técnicas de descrições de imagens estáticas desenvolvidas especificamente para esse fim.

Essa pesquisa, feita com usuários com deficiência visual, relata as mesmas dificuldades e desafios. Os pesquisadores entrevistaram 58 participantes, sendo 11 pessoas cegas. Entre as descobertas sobre o que pode causar ruído na comnicação estão as repetições de emojis em uma mesma frase e a presença dessas figuras para substituir palavras.

Pense comigo: quando você escreve um texto e substitui palavras por emojis, você está supondo que a descrição utilizada está totalmente de acordo com as suas espectativas. E não é o que acontece, em grande parte das vezes. Tudo é interpretado pelo leitor de tela como um texto, com ou sem emoji.

Vamos supor que você queira dizer: “hoje o dia está ensolarado”. Mas, em vez de ensolarado, você coloca um emoji de sol. O leitor de tela dirá: “hoje o dia está sol”. Existe uma quebra na fluidez da comunicação.

É por isso que uma das orientações dos pesquisadores é evitar essas construções. O estudo também indica avaliar, em cada contexto, a necessidade de colocar muitos emojis em sequência ou repetidos.

A recomendação trazida pelo relatório é colocar emojis decorativos no final da frase e evitar inclui-los em grande número em nomes de perfis em redes sociais.

Os desafios são muitos. Mas esse processo é natural e faz parte do avanço tecnológico. Precisamos, inclusive, de mais pesquisas sobre como as pessoas cegas interpretam e lidam com emojis, principalmente adaptado à nossa realidade de falantes de língua portuguesa.

Enquanto isso, pretendo continuar recebendo e mandando emojis. Juntos, vamos aprender as melhores formas de se promover esse tipo de comunicação. Será uma jornada muito prazerosa 😊

Descrição da imagem: seis emojis estão organizados em duas linhas de três cada. Na primeira fileira, respectivamente: o primeiro emoji usa óculos escuros; o segundo usa óculos de grau e sorri e, o terceiro, além de óculos escuros sorri. Na segunda linha, outros três emojis: o primeiro usa um óculos de armação preta, redonda e fina, o segundo usa um de armação preta muito menor que seus olhos e faz um bico com sua boca, enquanto o último usa uma armação vermelha de coração e está boquiaberto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos