Já pensou em plantar seu sangue menstrual? Saiba por que deveria

Marcela Rodrigues
·1 minuto de leitura

Desconstruir tabus e resgatar uma relação de gentileza, intimidade com a ciclicidade do próprio corpo e com a energia feminina estão entre as motivações que tem levado mulheres pelo mundo a praticar, mês a mês, o ritual de plantar a lua.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

A prática, que consiste em colocar o sangue menstrual na terra, disseminada no Brasil por terapeutas e ativistas do movimento Sagrado Feminino, é cheio de simbolismo que nos leva a algo muito simples, porém revolucionário: honrar o nosso sangue menstrual - e não recebê-lo mensalmente como algo negativo.

Leia também

Crescemos acreditando que menstruar é feio e sujo. Quantas pessoas tem até mesmo vergonha de mencionar a palavra menstruação!? O resultado é uma vida de desconexão com nosso corpo, com a potência criativo de cada fase (da ovulação à tpm), de intimidade e empoderamento. Mens-tru-a-ção, gente! Precisamos naturalizar esta palavra - e este ciclo!

Stained Underwear Under Running Water In Sink
Stained Underwear Under Running Water In Sink

E sempre dá tempo. Como em toda jornada de transição, passar a gostar da menstruação ou mesmo vê-la como natural, como uma potência a ser usada a nosso favor, pode levar mais tempo para algumas mulheres, menos para outras. Em comum, há muita desconstrução e descobrimentos envolvidos. Recomendo muito adotar a prática de plantar a lua, como conto no vídeo.