Jacaré é atropelado em trecho da Avenida Brasil

RIO — Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra um jacaré atropelado na Avenida Brasil. O caso teria acontecido na madrugada de domingo para segunda na altura do bairro de Padre Miguel. Nas imagens, gravadas pelo próprio motorista do carro que acertou o animal, o jacaré aparece desfigurado após o impacto com o veículo.


Recorrentes na zona oeste da cidade, as aparições de jacarés têm se tornado mais frequentes em decorrência da diminuição dos seus habitats naturais na região. Segundo o biólogo Mario Moscatelli, especialista na região, a expansão do espaço urbano em áreas de convívio da espécie é uma das principais causas para o índice crescente de acidentes desse tipo.
Ônibus adapatados: Castramóvel faz cirurgias gratuitas em cães e gatos da Ceasa

— O crescimento desordenado dessas áreas urbanas, principalmente na região de Jacarepaguá, acabam fazendo com que esse tipo de relato seja cada vez mais recorrente. A população de jacarés, por sua vez, continua crescendo apesar dos esforços humanos, porque tem um “casca” e fortificação muito eficiente a condições adversas do ambiente e surpreendentemente continuam a se reproduzir mesmo em território cada vez menor.

Ainda segundo o biólogo, a espécie do animal visto nas imagens é um jacaré de papo-amarelo, comum na região e que pode chegar a medir cerca de dois metros de comprimento. O biólogo lamenta o caso e afirma que a vida selvagem carioca é duramente prejudicada pelo crescimento urbano sem planejamento.

— O Rio era uma área riquíssima em matéria de vida selvagem e hoje as espécies remanescentes sofrem principalmente com esse crescimento desordenado da urbanização e questões de poluição dos solos e rios, levando a esse tipo de acidente.

Responsável pela retirada de carcaças desse tipo, a Comlurb afirma não ter sido acionada para a ocorrência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos