Jacinda Ardern anuncia renúncia na Nova Zelândia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou em um pronunciamento nesta quinta-feira (19), ainda noite de quarta (18) no Brasil, que deixará o posto no próximo dia 7 de fevereiro. O país terá eleições gerais em outubro.

"Estou saindo, porque com grandes poderes vêm grandes responsabilidades. Inclusive a responsabilidade de saber quando você é a pessoa certa para liderar e quando não é", afirmou, segundo o jornal The Guardian. "Eu sei o que esse trabalho exige. E sei que não tenho mais o que é necessário para fazê-lo da melhor forma. É simples."

A política disse em pronunciamento que acredita na vitória de seu Partido Trabalhista no pleito. O vice-premiê, Grant Robertson, já disse em comunicado que não deve ser o candidato da legenda.