Jaguar Land Rover vai cortar 4.500 vagas no Reino Unido

Logo do Jaguar é visto em Wakefield, em 10 de janeiro de 2019

O fabricante de automóveis Jaguar Land Rover vai cortar até cinco mil vagas no Reino Unido, sobretudo, em função da queda de vendas na China e das incertezas decorrentes do Brexit.

Essa redução de vagas, anunciada em comunicado da empresa que pertence ao grupo indiano Tata Motors, afetará principalmente o Reino Unido e integram um plano mais amplo de redução de custos de 2,5 bilhões de libras (2,8 bilhões de euros).

A montadora conta com 42,5 mil empregados no Reino Unido - a grande maioria de seu total global de 44 mil funcionários.

Segundo a imprensa britânica, entre as áreas afetadas estão, principalmente, serviços administrativos, de marketing e de direção. O setor de produção também ser atingido.

Os cortes estão relacionados com a queda de vendas na China e a dos veículos a diesel, assim como com as preocupações sobre a competitividade britânica pós-Brexit, de acordo com a BBC, citando fontes do grupo.