Bolsonaro critica Pacheco por negar impeachment de Moraes e diz estar lutando 'praticamente sozinho'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images
Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images
  • Após nova derrota em ofensiva contra STF, Bolsonaro criticou presidente do Senado

  • Em ação inédita, presidente pediu impedimento de ministro do STF

  • Em entrevista nesta quinta (26), Bolsonaro voltou a criticar atuação de Moraes

Jair Bolsonaro (sem partido) criticou, nesta quinta-feira (26), a decisão de Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado Federal, de rejeitar o pedido de impeachment apresentado contra o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal)

À Rádio Jornal Pernambuco, Bolsonaro lembrou que Pacheco deu aval à CPI da Covid, que apura omissões do governo federal durante a pandemia de Covid-19 no país

Leia também:

"Os Poderes são independentes, mas vou falar. Entrei com ação com intuito que o processo fosse avante. Nem vou dizer cassar ou não o ministro, mas que fosse avante. Pacheco entendeu e acolheu uma decisão da sua advocacia, lá do Senado. Quando chegou ordem do ministro [do STF, Luís Roberto] Barroso para abrir a CPI da Covid, ele mandou abrir e ponto final. E agiu de maneira diferente do que agiu no passado", disse.

Presidente volta a criticar ministro

Foto: REUTERS/Adriano Machado
Foto: REUTERS/Adriano Machado

Bolsonaro apresentou o pedido de impeachment de Moraes na última sexta-feira (20). O STF, em nota, criticou a ação inédita de um presidente pedir o afastamento de um ministro da Corte.

Sem citar o STF diretamente, Bolsonaro chegou a publicar um vídeo falando saber "onde está o câncer do Brasil", logo após Pacheco indeferir o pedido de impedimento de Moraes. 

À rádio, Bolsonaro afirmou que está "praticamente sozinho na luta" contra Alexandre de Moraes. Sem fundamentação jurídica, presidente afirmou que Moraes ignora artigos da Constituição Federal. 

"Ele abriu inquérito da fake news que nem está tipificado na Código Penal. Ele começou a investigar qualquer um. E ele prende, tira a liberdade", disse, citando como exemplo as prisões de aliados como Roberto Jefferson e Daniel Silveira (PSL-RJ).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos