Jair Bolsonaro mantém silêncio após desaire eleitoral

Jair Bolsonaro mantém silêncio após desaire eleitoral

O Brasil e o mundo continuam, atentos, à espera de ouvir a assunção de derrota do ainda presidente Jair Bolsonaro. O primeiro chefe de Estado canarinho a falhar uma reeleição tem-se mantido "em silêncio". Nas redes sociais nasceu mesmo o hashtag "Cadê o Bolsonaro", todos se perguntam sobre o que aconteceu ao presidente.

Mas no seio do seu núcleo duro e dos seus principais apoiantes houve quem reconhecesse o desaire, por menos de dois por cento de votos, mas que corresponde a mais de dois milhões de eleitores a apostarem em Lula da Silva.

Já pelo mundo, as reações não se fizeram esperar. O Presidente da Argentina deslocou-se mesmo São Paulo, naquele que um momento histórico para a América Latina com a esquerda a liderar as suas cinco maiores economias. Enquanto a Noruega anunciava que voltará a apoiar financeiramente o país na luta contra a desflorestação da Amazónia no Brasil

Por seu lado o Presidente de Timor-Leste, o Nobel da Paz, José Ramos Horta, que está em visita de Estado a Portugal dizia mesmo que esta é uma oportunidade para se voltar à trajetória do último mandato de Lula.

Nas ruas das cidades brasileiras quem elegeu Lula fazia a festa com um sorriso nos lábios e esperança no futuro. Do outro lado, os apoiantes de Jair Bolsonaro saíram também para as ruas mas para bloquear estradas, por exemplo. A Polícia Rodoviária Federal dava conta de protestos em estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Mato Grosso.

A vitória de Lula da Silva nos círculos europeus foi expressiva e muito se espera deste seu novo mandato marcado também por incógnitas entre elas a relação do líder do PT com o presidente russo, que já felicitou aquele a que chama de aliado, no momento em que continua a invasão da Ucrânia.