Filho de Bolsonaro faz comentário homofóbico sobre governador do RS: "Estamos juntos, mas não daquele jeito"

·2 minuto de leitura
Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images
Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images
  • Filho do presidente fez comentários homofóbicos em rede social e apagou na sequência

  • Presidente já havia ironizado atitude de governador do RS, que se declarou gay

  • Bolsonaro ainda acusou o tucano de agir pensando na eleição presidencial de 2022

Jair Renan, filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), fez comentários homofóbicos ao se referir a Eduardo Leite (PSDB), governador do Rio Grande do Sul, que declarou ser gay durante uma entrevista à TV Globo na semana passada.

Em uma rede social, Jair Renan, também conhecido como filho '04', aparece em uma churrascaria e afirma estar no local para "comer uma carne gaúcha". Na sequência, ele completa: "Estamos juntos, gauchada, mas não daquele jeito".

Leia também:

"Vim aqui homenagear a gauchada depois da entrevista aí do governador deles. Vim comer a carne gaúcha. Estamos juntos, gauchada, mas não daquele jeito, mas estamos juntos", disse Renan.

O vídeo que continha o ataque ao tucano foi apagado das redes sociais e já não estava disponível nas redes de Jair Renan na manhã desta quinta-feira (08). 

Bolsonaro ironizou anúncio de Leite

Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images
Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images

O presidente da República foi mais rápido do que o seu filho ao comentar a ação do tucano em se declarar gay. Em conversa com apoiadores, sem citar o tucano nominalmente, ele riu e disse que o governador gaúcho estava se "achando o máximo"

"O cara ontem, não vou falar não que dá problema (risos)... O cara ontem está achando que é o máximo, se achando o máximo. Bateu no peito, 'eu assumi'". 

Leite também confirmou que estará nas prévias do PSDB para ser o candidato à eleição presidencial de 2022. Bolsonaro associou os fatos. 

"[Declarar-se gay] É o cartão de visita para a candidatura dele. Ninguém tem nada contra a vida particular de ninguém, mas querer impor seu costume seu comportamento a todos não", completou o presidente, que tem diversas outras declarações homofóbicas ao longo de sua trajetória política.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos