Jair Renan Bolsonaro posta foto de várias armas com “provocação” à CPI

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jair Renan, son of the Brazil's President Jair Bolsonaro is seen before a ceremony at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil February 24, 2021. REUTERS/Ueslei Marcelino
Jair Renan foi citado na CPI da Covid pelo lobista Marconny Faria e, agora, provocou a comissão (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
  • Jair Renan Bolsonaro postou vídeos de armas nas redes socais e "provocou" a CPI da Covid

  • Ana Cristina Valle, mãe do 04, havia sido convocada pela comissão, mas não deve depor

  • Jair Renan foi citado na CPI durante a oitiva de Marconny Faria

O filho 04 do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Jair Renan, publicou vídeos nas redes sociais em uma loja de armas e fez uma provocação à CPI da Covid no Senado.

“Melhor jeito de acordar, tomando um suquinho, comendo um pão de queijo, visitando a loja de um grande amigo meu aqui, Junior, da Shark. Sabe o que o cara vende? Arma!”, disse Jair Renan, mostrando armas expostas na loja do amigo.

Leia também:

Em seguida, o amigo responde: “Brinquedos!”. A loja, no entanto, vende tanto armas de pressão como pistolas de verdade. Nas publicações e no site, eles orientam os clientes sobre as melhores maneiras de conseguir porte e posse de armas de fogo.

Nos vídeos publicados mostrando as armas, Jair Renan mandou um “recado” para senadores e escreveu “alô, CPI”, uma referência à Comissão Parlamentar de Inquérito instalada no Senado Federal para apurar possíveis atos de irresponsabilidade do governo durante a pandemia da covid-19.

CPI se aproximou da família Bolsonaro

A mãe do 04, Ana Cristina Valle, teve um requerimento aprovado pela CPI para ser convocada, mas, com o prazo da comissão chegando ao fim, ela não deve ser chamada para depor. Além disso, Jair Renan foi citado durante o depoimento de Marconny Faria.

No depoimento do lobista, que aconteceu em 15 de setembro, ele admitiu ter uma relação próxima com o 04. “Ele [Renan] queria criar uma empresa de influencer, e aí eu só apresentei ele para um colega tributarista que poderia auxiliar na abertura dessa empresa”, relatou Farias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos