James Cameron cortou 10 minutos de 'Avatar: O caminho da água' para não 'fetichizar armas de fogo'

James Cameron revelou que "Avatar: O caminha da água" tinha 10 minutos a mais de duração. Em entrevista à Esquire, o cineasta contou que cortou algumas cenas de violência do longa pela forma como retratavam o uso de armas de fogo.

Bilheteria: 'Avatar: o caminho da água' arrecada US$ 900 milhões no mundo; tempestade Elliot atrapalha outros filmes nos EUA

'Avatar: O caminho da água': filme estreia com missão de repetir sucesso do original e com sequências no forno

"Cortei cerca de 10 minutos do filme visando a ação de armas de fogo. Eu queria me livrar de um pouco da feiura, para encontrar um equilíbrio entre bom e mau. Você tem que ter conflito, é claro. Violência e ação são a mesma coisa, dependendo de como você olha para isso. Esse é o dilema de todo cineasta de ação, e sou conhecido como um cineasta de ação", disse Cameron, que não quis repetir erros do passado. "Não sei se gostaria de fetichizar as armas no mundo de hoje como fiz nos filmes do 'Exterminador do futuro' há mais de 30 anos. O que acontece com armas de fogo em nossa sociedade revira meu estômago", completou.

Com 3h12 de duração, "Avatar 2" é o filme de maior sucesso no mundo no momento. O filme já arrecadou US$ 955 milhões nos cinemas globais.