James Franco volta ao cinema quatro anos após acusações de assédio sexual

James Franco no Governors Awards, em 2017
James Franco no Governors Awards, em 2017. Foto: REUTERS/Mario Anzuoni

Resumo da notícia:

  • James Franco retorna às telas após acusações de assédio sexual

  • Ator estrelará "Me, You", adaptação do livro "Tu, Meu", focado no pós-Segunda Guerra

  • Gravações devem começar em setembro deste ano na Europa

James Franco irá retornar para o cinema após quatro anos afastado das telas em meio a acusações de discriminação, assédio sexual e fraude por ex-alunas da Studio 4, escola de atuação de Franco em Nova York e Los Angeles. De acordo com o The Hollywood Reporter, o ator irá estrelar "Me, You", adaptação do livro "Tu, Meu", de 2010, escrito por Erri De Luca.

Ambientada no período pós-Segunda Guerra Mundial, a trama se passa na ilha de Ísquia, na Itália, na década de 1950 e retrata a história de Marco, vivido por James Franco, após servir o exército dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial.

O ex-soldado vai passar as férias na Europa e se vê em um verão que muda sua vida ao conhecer a enigmática Caia, interpretada por Daisy Jacob. Eles se aproximam muito até ela confessar seu passado doloroso.

Daisy teve a infância roubada pela guerra e um pai que a jogou para fora de um trem na Iugoslávia para salvá-la dos horrores de um campo de concentração. A partir disso, a viagem de Marco se torna uma aventura por vingança.

Dirigido pelo dinamarquês Billie August, o projeto está em fase de produção. De acordo com o The Hollywood Reporter, as filmagens irão começar em setembro, na Europa, e Tom Hollander também está confirmado no elenco principal.

James Franco admite ter transado com alunas

Acusado de abuso sexual em 2019, James Franco finalmente falou abertamente sobre o caso. Tudo teria acontecido entre 2014 e 2017, período em que o ator fundou uma escola e deu aulas de atuação.

Franco nega ter tido relações sexuais com Sarah Tither-Kaplan e Toni Gaal, que optaram por encerrar o processo após um acordo, mas confirma que já se envolveu com outras alunas.

"Vou admitir, eu realmente fiz sexo com estudantes. Mas não dormi com ninguém dessa aula em particular. Durante o curso, eu realmente transei com estudantes e isso foi errado. Mas, como disse, não foi por isso que abri a escola. [...] Mas, sim, houve algumas situações consensuais com estudantes e isso não deveria ter acontecido", declarou ao podcast The Jess Cagle. Clique aqui para saber mais.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos