Janaína Paschoal chora com saída de Moro do ministério: “Vejo meu trabalho ser destruído”

·1 minuto de leitura
Brazilian jurist Janaina Paschoal, co-author of the complaint against President Dilma Rousseff, attends a sesion of the Senate's Impeachment Special Committee in Brasilia, on April 28, 2016. Rousseff's case was sent to the Senate by the lower house after an overwhelming vote against her on April 17. She is accused of illegal government accounting maneuvers, but says she has not committed an impeachment-worthy crime. / AFP / EVARISTO SA        (Photo credit should read EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Antes de ser deputada estadual por São Paulo, Janaína Paschoal escreveu o pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images)

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) lamentou a saída de Sergio Moro do ministério da Justiça e da Segurança Pública. “Chorei grande parte do pronunciamento. Infelizmente, nosso país parece ter um carma”, disse.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Autora do pedido de impechment da ex-presidente Dilma Rousseff, Janaína afirma que sente que todo o trabalho dela durante o processo de saída da petista está sendo destruído, assim como o trabalho da Operação Lava Jato. “Estou dilacerada”, desabafa.

Sobre as denúncias feitas por Moro, a deputada acredita em todas as palavras do agora ex-ministro. Moro afirmou que não assinou a exoneração do superintendente da Polícia Federal, Maurício Valeixo, e disse que o presidente Jair Bolsonaro queria controlar o que ocorria na PF.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Questionada sobre a sustentação de Bolsonaro no governo, Janaína Paschoal acredita que “todos os corruptos o sustentarão agora”

Leia também

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos