Janaina Paschoal diz que está sendo constrangida por deputado e ameaça arrebentá-lo

CAMILA MATTOSO
·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 26.01.2020 - A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP). (Foto: Greg Salibian/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 26.01.2020 - A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP). (Foto: Greg Salibian/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em discurso na Assembleia Legislativa de São Paulo nesta segunda-feira (23), a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL) disse que está sendo constrangida por outro deputado e que irá arrebentá-lo caso ele continue.

Ela não revelou e disse que não revelará o nome do colega por enquanto, mas que o fará caso ele não mude o comportamento.

A deputada deu algumas dicas sobre a pessoa: homem eleito com votação inexpressiva, já que ela diz que ele entrou com os votos dela. Disso se depreende que o deputado em questão também faz parte do PSL, já que o partido não fez parte de coligação em 2018.

Ela ainda disse que ele não será reeleito e talvez até perca o atual mandato se seguir com o constrangimento.

Janaina disse que tem sido seguida pelo deputado e que ele tem recebido informações sobre a agenda da deputada e tem aparecido inesperadamente.

"Eu não vou admitir ser constrangida no meu ambiente de trabalho", disse Janaina no plenário, acrescentando que não será candidata a nenhum cargo na Mesa Diretora da Alesp.

"Percebi, de um tempo para cá, uma coincidência muito estranha. Toda vez que eu recebia um colega no gabinete, fosse para tratar de projeto, CPIs ou qualquer composição da eleição à mesa, pessoas ficavam sabendo, apareciam de surpresa no gabinete e participavam da reunião", iniciou a deputada.

"Foram quatro situações que consegui delinear. Quando alguém está seguindo uma pessoa, está estudando seus passos, por inteligência imagine-se que esse alguém vá disfarçar. Quando a pessoa faz de um jeito para ela perceber que ela está na sua cola, isso vira intimidação. E eu não vou admitir", continuou.

"Antes de me destruir, eu vou arrebentar. Vou arrebentar. Já avisei a pessoa diretamente, não vou falar o nome dela para ninguém", completou.

"Sou muito boazinha, respeitosa, justa. Mas não mexe comigo, não cruza a linha, não invade meu espaço, porque eu também sei ser o cão", disse a deputada. "Vai cair. Não vai ser reeleito para o próximo e, se bobear, perde o mandato atual. Porque mexeu com o cão. É só um aviso."