Janja diz que 12 países confirmaram presença na posse de Lula e espera público de 300 mil pessoas

Doze chefes de Estado já confirmaram presença na posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com a futura primeira-dama, Janja da Silva, a expectativa é que 300 mil pessoas compareçam à Esplanada dos Ministérios para acompanhar o evento.

Janja é coordenadora do núcleo de transição que organiza a posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. Além de Janja, o embaixador Fernando Luis Lemos Igreja e Márcio Tavares, do setorial de Cultura do PT, também participam da organização do evento.

De acordo com a organização da posse, todos os países que mantém relações diplomáticas com o Brasil foram convidados para o evento. Como o governo de Jair Bolsonaro encerrou relações com a Venezuela, o presidente Nicolás Maduro não foi convidado pelo Itamaraty. O embaixador Fernando Luis Lemos Igreja, responsável pela organização institucional da posse, afirmou, no entanto, que a equipe analisa outros meios para fazer o convite a Maduro.

Os países com representantes já confirmados são: Alemanha, Angola, Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Costa Rica, Espanha (representada pelo rei), Guiné Bissau, Portugal e Timor Leste.

De acordo com a futura primeira-dama, a expectativa de público para o dia da posse é de 300 mil pessoas. Os shows previstos para acontecerem nos dois palcos batizados com os nomes das cantoras Gal Costa e Elza Soares terão início após a cerimônia de transmissão da faixa presidencial, no Palácio do Planalto. Questionada sobre a possibilidade Jair Bolsonaro não passar a faixa a Lula, Janja disse que a equipe avalia opções caso o atual presidente não compareça.

– A cerimônia institucional tem um protocolo, que diz que o presidente que está deixando o cargo passaria a faixa para o presidente eleito. Se isso acontecer, seguiremos o protocolo. Se não, vamos pensar como iremos fazer isso. Não temos a confirmação. Aí vocês vão ter que perguntar para o presidente que está em exercício se ele vai passar a faixa – disse Janja aos jornalistas.

Janja confirmou que Lula desfilará em carro aberto e disse que a equipe que cuida da posse avalia a substituição do Rolls-Royce presidencial durante o tradicional desfile. Segundo ela, o carro precisa de reparos.

– O Rolls-Royce foi danificado na última posse. Ouvi que talvez o banco teria sido danificado. Vamos ver se o carro, que é bastante antigo, está em condições – disse Janja.

Ela também avisou que passará a virada do ano na companhia do presidente eleito Lula em Brasília.

A primeira-dama reforçou que a segurança do evento é prioridade e agradeceu o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, pela colaboração com a garantia da estrutura de policimento na Esplanada.

– O dia primeiro vai começar com muita alegria e terminar com muita alegria. A gente está trabalhando para que esse dia seja alegre e feliz para todos, para que a gente termine o dia muito bem –. afirmou Janja. – A nossa preocupação é com a segurança desse principal protagonista, que é o povo que vai estar em Brasília, nos arredores. Todas as forças de segurança envolvidas têm essa preocupação em mente.

A primeira-dama manifestou a preocupação com ruídos que serão produzidos durante o dia da posse, como fogos de artifício e a tradicional salva de 21 tiros de canhão. Segundo ela, o grupo de transição pretende negociar com o Senado uma maneira de amenizar ou substituir os tiros. Nesta quarta-feira, a primeira-dama se reuniu com grupo técnico que discute temas relacionados aos Direitos Humanos e ouviu demandas de representantes de entidades que cuidam de pessoas com deficiência e autismo, além de defensores da causa animal.

– Estamos preocupados com o barulho das salvas de canhão e fogos de artificio que possam perturbar pessoas com deficiência e os animais. Vamos conversar com o cerimonial do Senado sobre a salva de tiros que está no protocolo oficial da posse. Com relação aos fogos de artificio, se tiver será sem ruído – disse Janja durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira.

Há uma semana a futura primeira-dama anunciou uma lista de artistas que vão se apresentar na Esplanada dos Ministérios no dia 1° em comemoração à posse de Lula. Como o nome de "Festival do Futuro", o evento reunirá nomes como Martinho da Vila, Pabllo Vittar, Duda Beat, Chico César, entre outros.