Janja e 5 simbolismos ocultos em suas roupas: estrela no sapato e mais

Nova primeira-dama do Brasil sabe mesmo como usar a moda (nacional) para se expressar

Janja (Foto: Getty Images)
Janja (Foto: Getty Images)

Não, ainda não superamos os looks usados por Janja na posse de Lula, no último domingo (1º), em Brasília. E, na verdade, as duas produções têm tanto a dizer que é realmente necessário um pouco mais de tempo para captar as referências e os simbolismos. Será que você identificou todos?

Blazer + calça

De primeira, o que chamou atenção foi a nova primeira-dama do Brasil ter sido a primeira a não usar um vestido para a ocasião. Em entrevista ao Yahoo, Edson Honda, responsável pela execução das peças (modelagem e costura), conta que a ideia partiu da estilista Helô Rocha.

"A proposta era mesmo quebrar esse paradigma. Fora que, estando com Janja, vendo como ela é o tipo de mulher que arregaça as mangas e faz as coisas acontecerem, que ela de fato estava envolvida na organização do evento [posse + Festival do Futuro], achamos que teria tudo a ver."

Bordado

Janja na posse de Lula (Foto: Getty Images)
Janja na posse de Lula (Foto: Getty Images)

Uma curiosidade é que, inicialmente, a socióloga usaria um blazer oversized, mas não se sentiu tão à vontade. Então, enquanto alguns ajustes eram feitos, ela expressou o desejo de torná-lo mais feminino. "Além de deixá-lo mais acinturado e com uma leve cauda, viemos com os bordados em junco e capim dourado, que já estavam em fase de testes na parceria entre a Casa das Bordadeiras e a Helô", diz Honda.

Isso trouxe ainda mais valorização da moda nacional, algo que Janja fazia questão, e do trabalho das mulherescompleta Edson

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Brincos

Como acessórios, a nova primeira-dama escolheu brincos com design inspirado na pitanga, da marca Flavia Madeira. Nativa do Brasil, essa fruta é frequentemente associada à energia, ao movimento, ao entusiasmo e ao feminino (provavelmente por características como cor, aroma, propriedades, sabor...).

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Conjunto lilás

Produzidos por uma equipe formada apenas de mulheres, o body, a saia e a capa Neriage (em colaboração com Helô Rocha) que a socióloga escolheu para um coquetel que aconteceu após a posse de Lula têm um tom que desde o início do século 20 é relacionado ao feminismo, à igualdade de gênero, por ser um meio-termo entre o azul (considerado masculino) e o rosa (considerado feminino).

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Estrela

Essa referência ao PT (Partido dos Trabalhadores) seria fácil de identificar se não estivesse escondida sob a sola dos sapatos — vermelhos — usados por Janja e produzidos por Juliana Bicudo. Precisamos dizer mais?

Sapatos usados por Janja (Foto: divulgação)
Sapatos usados por Janja (Foto: divulgação)

Look de Erika Hilton também foi simbólico

Primeira mulher trans eleita deputada federal por São Paulo, Erika não só acompanhou de perto a posse de Lula como também usou um look feito por Edson Honda, Helô Rocha e Camila Pedroza, que trabalha com a estilista. Sob a curadoria da stylist Clara Lima, que já fez diversos trabalhos para Anitta, ela vestiu vermelho da cabeça aos pés, clara referência ao apoio ao presidente.

"Dia de muito trabalho, correria e alegrias aqui em Brasília. Um honra e felicidade poder participar desse momento histórico que marca o reencontro do Brasil com o sonho de um país melhor", celebrou Erika, que usava scarpin, saia midi com fenda e amarração e um blazer corsetado.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Lula afirma que vai revogar o teto de gastos

Em discurso de posse, o presidente Lula (PT) afirmou que acabará com o teto de gastos, que, em sua fala, considerou uma 'estupidez'.

“O SUS é provavelmente a mais democrática das instituições criadas pela Constituição de 1988. Certamente por isso foi a mais perseguida desde então, e foi, também, a mais prejudicada por uma estupidez chamada Teto de Gastos, que haveremos de revogar”, disse Lula.

O que é o teto de gastos?

O teto de gastos é um mecanismo para limitar o crescimento das despesas públicas à inflação registrada no ano anterior. Também chamada de “novo regime fiscal”, a Emenda Constitucional, que tem vigência de 20 anos, poderia ser revista a partir de 2026.

Na prática, o teto congelaria os gastos públicos por, pelo menos, dez anos, já que o aumento em despesas deve seguir a inflação.

Outro nome que o teto de gastos costuma levar é “âncora fiscal’, porque “segura” os gastos do governo em um determinado patamar.

Lula promete novo PAC

Também em seu discurso, Lula afirmou que retomará o Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), marca de seus dois primeiros governos.

"Em diálogo com os 27 governadores, vamos definir prioridades para retomar obras irresponsavelmente paralisadas, que são mais de 14 mil no país. Vamos retomar o Minha Casa Minha Vida e estruturar um novo PAC para gerar empregos na velocidade que o Brasil requer", afirmou Lula.

O que é o PAC?

O programa consiste em um conjunto de medidas destinadas a incentivar o investimento privado, aumentar o investimento público em infraestrutura e remover obstáculos – burocráticos, administrativos, normativos, jurídicos e legislativos – ao crescimento.

Punições por descaso na pandemia

O novo presidente também afirmou que o governo Bolsonaro cometeu genocídio durante a pandemia da covid-19 e que as responsabilidades serão apuradas e os responsáveis serão punidos.

Lula subiu o tom do discurso ao falar da pandemia e fez defesa do Sistema Único de Saúde antes de falar das investigações.