Janja vota em São Paulo e homenageia vítimas da Covid-19

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 24.10.2022 - A socióloga Rosângela da Silva, a Janja, (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 24.10.2022 - A socióloga Rosângela da Silva, a Janja, (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A socióloga Rosângela da Silva, a Janja, casada com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi às urnas na manhã deste domingo (30) em uma escola em São Paulo e afirmou que está votando pelas vítimas da Covid-19.

Em vídeo publicado nas redes sociais, ela lembrou as vítimas da Covid-19 e citou sua mãe e o ator Paulo Gustavo, que morreram da doença. "Vim votar pelas quase 700 mil vítimas da Covid que foram negligenciadas por este governo."

Janja afirmou ainda que está votando por um Brasil "que possa nos dar mais esperança, um país mais justo, mais igual, mais fraterno, de união e de paz". Ela também citou o Papa Francisco e disse que é preciso um país "sem ódio e com menos intolerância".

A socióloga estava vestindo camiseta da campanha Faça Bonito, de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes. "Acho que a gente tem um dever moral de proteger nossas crianças e adolescentes. Eu tenho falado disso ao longo das últimas semanas e não preciso me estender porque todo mundo sabe do que eu estou falando", disse.

Ela estava acompanhada de Ana Estela Haddad, casada com Fernando Haddad, da deputada eleita Juliana Cardoso e do deputado federal Alexandre Padilha.