Japão: ataques de macacos em série deixam mais de 40 feridos em Yamaguchi

AFP

Quarenta e duas pessoas foram feridas por macacos na cidade japonesa de Yamaguchi, no sudoeste do Japão, desde o início de julho. Os incidentes forçaram as autoridades a recorrer a armas hipodérmicas para acalmá-los. A história ganhou destaque na imprensa do país.

Os macacos são comuns no arquipélago japonês, onde, às vezes, entram nas casas ou invadem plantações. É raro, no entanto, que os macacos ataquem diretamente os humanos, como aconteceu nas últimas semanas em Yamaguchi, quando crianças e adultos foram agredidos.

"Toda cidade de Yamaguchi é cercada por montanhas, então não é incomum encontrar macacos" na área, disse um funcionário municipal, nesta segunda-feira (25). "Mas é raro ver tantos ataques em tão pouco tempo", acrescentou. "No início, apenas crianças e mulheres foram agredidas. Mas, recentemente, idosos e homens adultos foram atacados", declarou.

"Ouvi um choro no térreo então corri para ver o que era", disse uma das vitimas ao jornal Mainichi Shimbun. "Então vi um macaco em cima do meu filho", descreve.

De acordo com a imprensa japonesa, a polícia está patrulhando a área desde os primeiros ataques, em 8 de julho, mas até agora não conseguiu capturar nenhum macaco.

Ainda não se sabe se a "revolta" ocorre em um grupo isolado de animais, que se tornou particularmente agressivo, ou se esse é um comportamento que se disseminou entre os primatas.

(Com informações da AFP)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos