Japão lança satélite espião para vigiar Coreia do Norte

O lançamento ocorreu às 10H20 locais (22H20 Brasília) através de um foguete H-2A, da base de Tanegashima (sudoeste do Japão)

O Japão colocou nesta sexta-feira em órbita um satélite espião que completa um sistema de monitoramento especialmente destinado à Coreia do Norte.

O lançamento ocorreu às 10H20 locais (22H20 Brasília) através de um foguete H-2A, da base de Tanegashima (sudoeste do Japão), segundo a TV estatal NHK.

"O satélite se separou como estava previsto e a missão foi um sucesso", declarou à AFP um porta-voz da Agência Japonesa de Exploração Espacial (JAXA).

Devido ao caráter confidencial da missão, realizada com a Mitsubishi Heavy Industries (MHI), informou-se apenas que trata-se da colocação de um satélite "de captação de informações" por radar que se soma a outros elementos.

A vigilância do espaço dos movimentos da vizinha Coreia do Norte foi criada no final dos anos 1990, após disparos de mísseis norte-coreanos, e desde então permanece a ameaça.

Os satélites espiões do Japão são capazes de detectar em terra objetos de um metro de diâmetro, inclusive a noite e através das nuvens.