Jaula das Gostosudas acusa Arezzo de usar música em campanha e não pagar; marca explica

·1 minuto de leitura

O grupo Jaula das Gostosudas entrou numa briga com a Arezzo, após a famosa marca de calçados feminino, que tem como garota-propaganda Bruna Marquezine, usar uma música do trio em uma campanha publicitária veiculada nas redes sociais com a atriz Agatha Moreira. O empresário do grupo, Saint Clair Maia, e a vocalista Amanda Miury Dj, afirmam que um trecho do funk "Aquecimento Tom e Jerry" foi utilizado sem autorização e que sequer foram procurados para uma negociação.

Ao tomar conhecimento do fato, a Jaula das Gostosudas diz que entrou em contato com Arezzo cobrando R$ 50 mil pelo uso da música na campanha, mas que a empresa teria oferecido apenas R$ 5 mil, o que, na visão do grupo, é um "desrespeito aos aristas do funk".

Procurado, a Arezzo a esclarece que "a trilha sonora da campanha em questão é uma obra criada por um produtor musical, que utilizou trechos de músicas variadas para composição desse trabalho". "De qualquer forma, a empresa está em contato com o grupo musical para solucionar a questão".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos