Russos dão nomes a novas armas apresentadas por Putin

Moscou, 23 mar (EFE).- Albatroz, Poseidon e Peresvet foram os nomes escolhidos em votação popular para as novas armas russas - algumas delas com elementos nucleares - apresentadas pelo presidente Vladimir Putin pouco antes das eleições nas quais foi reeleito para o cargo.

O drone submarino armado com mísseis nucleares recebeu o nome de Poseidon, o deus grego do mar, em votação no site do Ministério de Defesa russo, cujos resultados foram publicados pela imprensa local nesta sexta-feira.

O sistema terrestre de laser será a partir de agora como Peresvet, em homenagem ao lendário monge guerreiro russo Alexander Peresvet, canonizado pela Igreja Ortodoxa Russa por participar de 1380 na batalha de Kulikovo contra a Horda de Ouro, a primeira vitória militar da Rússia sobre o exército mongol.

Por último, o míssil de cruzeiro hipersônico, equipado com um motor nuclear - o que permite um voo quase sem limite de tempo -, recebeu o nome de Burevestnik (Albatroz), uma palavra que pode ser traduzida do russo como "mensageiro da tempestade".

Os russos exibiram muito humor, e sobretudo muito sarcasmo, em algumas das propostas para nomear as novas armas, que segundo o líder do Kremlin podem burlar o temido escudo antimísseis dos Estados Unidos.

A terceira opção mais votada para o míssil de cruzeiro foi "Surpresa", apoiada por mais de 700 mil pessoas, um terço dos internautas que participaram da votação. Entre outras possibilidades havia "Pacificador", "Boas novas", "Argumento" e "Inesperado".

Um deputado nacional do ultranacionalista Partido Liberal Democrático propôs batizar o míssil "Pomba da paz", enquanto o vice-presidente do Senado russo, Nikolai Fedorov, queria chamar a arma de "Sonho americano". EFE