Jeff Bezos, fundador da Amazon, diz que doará a maior parte de sua fortuna

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirmou que doará a maior parte de sua fortuna para a caridade durante sua vida, em entrevista à CNN transmitida nesta segunda-feira (14).

Bezos respondeu "sim" quando perguntado se planejava doar a maior parte de sua fortuna em vida.

É a primeira vez que esse bilionário, que já foi o homem mais rico do mundo, assume esse compromisso público. Bezos não assinou a "Giving Pledge", uma iniciativa lançada em 2010 pelo investidor Warren Buffett e pelo fundador da Microsoft, Bill Gates, que incentiva milionários a doarem mais da metade de sua riqueza para organizações de caridade.

Segundo a agência Bloomberg, Bezos, de 58 anos, tem uma fortuna avaliada em 124 bilhões de dólares, a quarta maior do planeta.

Além da Amazon, Bezos é dono do The Washington Post, da empresa espacial Blue Origin e do Bezos Earth Fund, um fundo para cuidar do planeta que lançou em 2020 e ao qual doou 10 bilhões de dólares.

"Construímos as capacidades" para doar com eficiência, explicou Bezos na entrevista.

A ex-esposa de Bezos, MacKenzie Scott, cuja fortuna é estimada em cerca de 24 bilhões de dólares, aderiu à iniciativa de Buffett e Gates.

Em 2021, Scott abalou o mundo da filantropia ao doar 6 bilhões de dólares para várias organizações, sem restrições de uso ou requisitos associados às suas contribuições.

jum/jul/as/mr/dga/aa/rpr