Jennifer Grey revela tensão com Patrick Swayze nos bastidores de "Dirty Dancing"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
(Original Caption) Hollywood: Actress Jennifer Grey gives a wink and a wave to cameras as she and her co-star Patrick Swayze attend a party following the showing of their latest movie Dirty Dancing. The party for the Vestron Pictures release was held at Ed Debevic's dinner whose '50s setting matched the romantic love story which is set in the Catskill's resort in the summer of 1963. The film opens nationally August 21st.
Jennifer Grey posa com Patrick Swayze em noite de divulgação do clássico "Dirty Dancing" (Foto: Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Jennifer Grey diz que não tinha química com Patrick Swayze, seu par romântico em "Dirty Dancing"

  • "Nos forçaram a ficar juntos", lembrou a atriz, hoje aos 62 anos

  • Grey também é lembrada por outro clássico dos anos 1980, "Curtindo a Vida Adoidado"

Jennifer Grey viveu com Patrick Swayze um dos casais mais emblemáticos dos anos 1980 em "Dirty Dancing". Por isso, pode ser chocante para muitos ouvir da atriz, hoje aos 62 anos, que ela nunca teve química com o colega de cena. Em entrevista à revista People, a intérprete de Frances ‘Baby’ Houseman revelou até que o clima chegava a ficar tenso entre os dois.

“Da mesma forma que a Baby e o Johnny (Castle, personagem de Swayze) não podia ficar juntos, não eram naturais… Não eram uma combinação natural, certo? Nós também não éramos uma combinação natural", analisou a estrela. "E o fato de precisarmos ser uma combinação natural criou uma tensão. Porque quando não é natural, você… As duas pessoas desistem, mas nos forçaram a ficar juntos”.

Segundo Grey, “a imposição criou uma espécie de sinergia, algo como uma fricção” na relação entre os dois. Na época, ela namorava com Matthew Broderick, seu parceiro de cena e irmão na trama de "Curtindo a Vida Adoidado" (1986), outro clássico dos anos 1980.

“Era a coisa mais estranha para mim, tipo, ‘o que há de errado comigo?’. Tipo, eu não tinha nenhum interesse. E ele era casado e muito apaixonado pela esposa. O que quer que ele fizesse, eu não… Eu estava ocupada demais com o Matthew [Broderick]. Tipo, não imagino nada mais diferente”, lembrou a atriz.

Analisando o passado, ela se arrepende por não ter se aproximado de Swayne, morto em 2009 após ser diagnosticado com câncer pancreático. “Sinto muito por não ter podido apreciar e valorizar quem você é, querendo que você fosse a pessoa que eu gostaria que você fosse”, disse ela.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos