Jeremy Renner diz que ex-mulher era obcecada por sexo após ser acusado de tentar matá-la

***ARQUIVO***MADRID, ESPANHA, 18.07.2012: O ator norte-americano Jeremy Renner durante sessão de fotos para promover o filme

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Jeremy Renner, 48, afirma que a ex-mulher Sonni Pacheco era obcecada por sexo e a acusa de guardar "nudes" enviados em momentos de intimidade, enquanto ainda eram casados, para humilhá-lo.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Já a artista afirma que o ator, que deu vida ao Gavião Arqueiro na franquia "Vingadores", tentou matá-la durante uma briga na qual estaria embriagado e sob efeito de cocaína, dizendo não conseguir "lidar com ela".

Leia também

Para piorar a situação, ainda segundo o relato da ex-mulher, Renner teria dado continuidade à discussão em casa, colocado uma arma na própria boca e ameaçado suicidar-se. Além disso, teria, também, deixado drogas ao alcance de Ava, a filha de seis anos do casal.

Todas essas informações constariam em um processo ao qual o TMZ teve acesso. Nele, Pacheco pede que a guarda da menina não seja mais compartilhada, mas, convertida em guarda total para ela, com visitas monitoradas de Renner. Os atores ficaram juntos por dez meses durante os anos de 2014 e 2015.

Além do personagem do Universo Marvel, Renner interpretou papéis que lhe renderam indicações ao Oscar. Em 2010, concorreu ao prêmio na categoria Melhor Ator por "Guerra ao Terror" e em 2011, na categoria Melhor Ator Coadjuvante por "Atração Perigosa".