Jeremy Renner: relembre outros casos de famosos que sofreram acidentes na neve

O acidente que deixou o ator Jeremy Renner em estado crítico após ser atingido pelo veículo que usava para remover neve da rua perto de sua casa em Nevada, nos EUA, gerou comoção internacional.

Jeremy Renner: ator que interpreta Gavião Arqueiro está em duas produções com estreia em janeiro

Veja que outros filmes de sucesso fez Jeremy Renner, o Gavião Arqueiro das obras da Marvel

Outros casos envolvendo celebridades em acidentes com neve também já causaram repercussão. Relembre algumas dessas histórias:

Michael Schumacher

O piloto da Fórmula 1 Michael Schumacher sofreu um acidente enquanto esquiava nos Alpes franceses em 29 de dezembro de 2013. Ele saiu da pista e bateu com a cabeça numa pedra, provocando um impacto tão forte que quebrou seu capacete e causou traumatismo craniano grave com hematoma intracraniano e edema cerebral difuso. Schumacher entrou em coma e, após um período no hospital, foi levado pela mulher, Corinna Bresch, para a casa deles na Suíça, que recebeu instalação médica apropriada para mantê-lo vivo. Em 2019, ele chegou a ser conduzido para uma unidade de saúde em Paris, na França, mas depois de uma semana voltou para seu país. Seu estado de saúde é mantido sob sigilo por sua família.

Rei Charles

Em março de 1988, um amigo do então príncipe Charles, chamado Hugh Lindsay, morreu após uma avalanche atingir a estação de esqui na Suíça onde ele passava as férias com o atual rei britânico. Outra pessoa que os acompanhava, identificada como Patricia Palmer-Tomkinson, ficou com ferimentos graves. Charles, por sua vez, saiu ileso.

— A próxima coisa que ouvi foi a voz de Bruno (Sprecher, o guia e instrutor de esqui de Kloster que estava com eles) gritando 'Pule!' Este vasto monte de neve rugindo em grandes blocos desmoronou ao nosso redor. Nunca vi nada tão assustador na minha vida — lembrou Charles sobre o episódio num documentário transmitido em 1994.

Juan Carlos, rei emérito da Espanha

O rei emérito da Espanha, Juan Carlos, também protagonizou acidentes de esqui. A primeira ocorreu em 1983 na Suíça, em que fraturou a bacia após cair, enquanto a segunda foi em 1991 em seu país, quando foi atropelado por outro esquiador e sofreu uma lesão no joelho direito que deixou cicatrizes.

Um primo dele, Alfonso de Borbón, morreu após sofrer hemorragia durante as férias de 1989 numa estação de esqui no Colorado, nos EUA. O duque de Cádiz colidiu com um cabo de aço ao descer um dos trilhos e sofreu um corte na artéria carótida.

Johan Friso de Orange-Nassau, irmão do rei dos Países Baixos

Johan Friso de Orange-Nassau, irmão do agora rei William, dos Países Baixos, morreu em 12 de agosto de 2013 devido um acidente numa estação de esqui na Áustria, atingida por uma avalanche em 17 de fevereiro de 2012. Ele ficou preso sob a neve por 20 minutos, e os socorristas conseguiram localizá-lo por meio de um dispositivo que indicava sua posição. A ressuscitação cardiorrespiratória foi realizada nele por quase uma hora, e Friso foi transferido para um hospital. Ele ficou em coma até a data de sua morte.

Natasha Richardson

Natasha Richardson, filha mais velha da atriz britânica Vanessa Redgrave e mulher de Liam Neeson, caiu e bateu a cabeça contra a neve durante uma aula de esqui para iniciantes numa estação no Canadá. A princípio, ela acreditou que estivesse bem, mas na verdade estava passando pelo período conhecido como intervalo lúcido, alguém com traumatismo craniano não percebe a pressão que cresce dentro da cabeça. Três horas depois, ela começou a sentir uma forte dor de cabeça e começou a apresentar sinais de confusão. Só então Natasha procurou atendimento médico, mas sofreu morte cerebral. Ela morreu aos 45 anos em 18 de março de 2009.

Gaspard Ulliel

O ator francês Gaspard Ulliel sofreu um acidente de esqui na região de Auvergne-Rhône-Alpes em 18 de janeiro de 2022, quando colidiu com outro esquiador na junção de duas pistas. O ator não estava de capacete, mas a outra pessoa, sim. Segundo o Ministério Público, " não houve indícios de excesso de velocidade, comportamento inadequado ou falta por parte de qualquer um dos dois esquiadores".

Ulliel sofreu uma forte pancada na cabeça que o deixou inconsciente na neve. Ele morreu um dia depois de ter sido levado de helicóptero para um hospital em Grenoble, também na França, mesmo local para onde Michael Schumacher havia sido socorrido após seu próprio acidente de esqui.