Em Jerusalém, cristãos ortodoxos celebram o "fogo sagrado" pascal

Cerimônia do 'fogo sagrado'

Mais de 30.000 cristãos participaram neste sábado em Jerusalém na tradicional cerimônia do "fogo sagrado" na véspera da Páscoa ortodoxa, um rito milenar simbolizando a eternidade.

Vela na mão, cerca de 10.000 peregrinos se reuniram fervorosamente na Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém, informou à AFP o porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld.

Milhares mais estavam em pé no pátio externo da igreja e nas ruas adjacentes para receber a chama que representa a ressurreição de Cristo, observaram os fotógrafos da AFP.

A cerimônia transcorreu sem problemas, informou a polícia.

Segundo a tradição cristã, a basílica foi construída no local onde Jesus foi crucificado, sepultado e ressuscitado.

Este rito milenar - símbolo da eternidade, paz e renovação - é o evento mais sagrado entre os ortodoxos.

A Basílica do Santo Sepulcro está localizada em Jerusalém Oriental, na cidade antiga, ocupada e anexada por Israel. É administrada por seis igrejas cristãs que compartilham todos os cantos do edifício.

Os cristãos representavam mais de 18% da população da Terra Santa durante a criação do Estado de Israel em 1948, mas agora são menos de 2%, a maioria ortodoxos.