Jesus diz que Flamengo abre portas para grande clube da Europa

Jorge Jesus, do Flamengo, no top 10 de melhores técnicos do mundo em 2019

Com os dois títulos conquistados no Flamengo - Libertadores e Brasileiro -, o técnico Jorge Jesus atendeu novamente a imprensa de Portugal para falar sobre a passagem de sucesso no Brasil. E de novo deixou no ar a possibilidade de ir em busca de um novo desafio na Europa. Desta vez, ao jornal Record, também disse que levaria Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta.

– Teria de ser o Gabigol e o Bruno [Henrique], como é óbvio. E depois tenho um jogador que pensa muito à frente dos outros e que me faz lembrar o Nico Gaitán, que é o Arrascaeta. Portanto, o Flamengo tem jogadores com uma dimensão acima do que é normal - afirmou.

As declarações se dão em meio a novela que se avizinha sobre a permanência do técnico, cujo contrato vai até junho de 2020. A todo tempo questionado, Jesus ainda não deu indícios de que deseja ficar no Flamengo. Desta vez, voltou a falar de sua façanha no Brasil como uma vitrine para o mercado europeu.

– Eu sempre soube que tinha essa capacidade, mas era preciso justificar isso com títulos. E o Flamengo abriu-me as portas a um grande europeu, e se eu tivesse continuado na Arábia Saudita ou no Sporting, não teria isso. Portanto, vamos ver o que acontecerá, pois podem abrir-se muitas portas –, afirmou o Mister.

Na entrevista, Jorge Jesus lembrou que foi desaconselhado pelos seus agentes e vir para o Brasil, pois tinha ofertas do futebol inglês. Exatamente o mercado onde seu nome aparece nos últimos dias. O treinador recontou seus melhores momentos e conquistas no Flamengo, com a recuperação no Brasileiro e a guinada na Libertadores. Agora, resta o Mundial de Clubes. Que Jesus não vê como divisor de águas para decidir seu futuro.

– Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Esta terceira competição; em termos de objetivo, é o mais difícil de alcançar. Porque vamos apanhar o Al Hilal ou o Espérance de Tunis, mas para mim os grandes favoritos são o Liverpool e depois é o Al Hilal e o Flamengo. Os ingleses um pouco à parte, porque devem chegar à final e depois vai disputá-la connosco com o Al Hilal, disso não tenho dúvida nenhuma - desconversou.