Jesus supera Neymar como o brasileiro mais valioso do mundo; Mbappé lidera lista mundial

Extra

Neymar já perdeu o posto de ser o jogador brasileiro mais valioso do mundo. Mesmo que ainda seja alvo de grandes clubes da Europa, como Real Madrid e Barcelona, o craque do PSG foi superado por Gabriel Jesus, do Manchester City, como o atleta do Brasil mais caro do mundo, segundo a lista divulgada pelo Observatório de Futebol (CIES), nesta terça-feira.

Reserva no Manchester City, Jesus terminou 2019 valendo 115,6 milhões de euros e é o primeiro brasileiro da lista, ao aparecer em 11º lugar no geral. Já Neymar finalizou 2019 custando 100,4 milhões de euros e apenas em 19º lugar do top 20. Até mesmo os atacantes Roberto Firmino, do Liverpool, e Richarlisson, do Everton, superaram Neymar.

Firmino aparece em segundo lugar entre os brasileiros, com valor avaliado em 111,5 milhões de euros (em 14º no ranking), enquanto Richarlison vale 104 milhões de euros (cerca de R$ 472,41 milhões).

O mais valioso segue Kyllian Mbappé, do Paris Saint-Germain, que custa 265,2 milhões de euros (cerca de R$ 1.204,64 bilhão).

Confira a lista completa dos mais valiosos do mundo (em euros):

1º Mbappé – PSG – 265,2 milhões (cerca de R$ 1.204,64 bilhão).

2º Sterling – Manchester City – 223,7 milhões

3º Salah – Liverpool – 175,1 milhões

4º Sancho – Borussia Dortmund – 168,9 milhões

5º Mané – Liverpool – 155,6 milhões

6º Kane – Tottenham – 150,5 milhões

7º Rashford – Manchester United – 134,3 milhões

8º Messi – Barcelona – 125,5 milhões

9º Griezmann – 123,6 milhões

10º Martínez – Inter de Milão – 115,7 milhões

11º Gabriel Jesus – Manchester City – 115,6 milhões

12º Maddison – Leicester City – 112,4 milhões

13º Werner – RB Leipzig – 112,0 milhões

14º Firmino – Liverpool – 111,5 milhões

15º Alexander-Arnold – 110,5 milhões

16º Richarlison – Everton – 104,0 milhões (cerca de R$ 472,41 milhões)

17º Abraham – Chelsea – 103,1 milhões

18º Félix – Atlético de Madrid – 100,6 milhões

19º Neymar – PSG – 100,4 milhões

20º Lukaku – Inter de Milão – 100,2 milhões