João Gomes revela que Maisa pediu uma "maneirada" nas declarações: "Ficou sem controle"

"Eu tenho a senha” é apenas um dos hits cantados por João Gomes. Se for a senha do sucesso, quem ousa contrariá-lo dizendo que não? Sua música está na trilha sonora de “Pantanal’’, e o elenco até já fez filminho dançando nas redes.

Ele tem realizado em média 28 shows por mês, soma mais de 7 milhões de ouvintes mensais no Spotify, supera 3 milhões de inscritos no canal do YouTube... Tudo isso com um pouco mais de um ano de carreira. Mas, apesar das conquistas profissionais, na vida amorosa o cantor, que também entoa as dores da paixão em suas composições, mostra que é gente como a gente e tem enfrentado desilusões.

— Meu coração está amargudado. Se botar João Gomes para tocar, eu mesmo choro — brinca o jovem de 19 anos.

Rumores de um affair com a apresentadora e atriz Maísa Silva cresceram no mês de maio, depois que ele compartilhou um vídeo em que aparecia vestindo uma camisa com a estampa dela ainda criança. No registro, ele canta e dança “Dengo’’. Mesmo com a internet shippando o casal, João assegura que tudo se trata apenas de uma brincadeira saudável entre amigos.

— A Maísa eu fui conhecer pessoalmente no ano passado. Eu fiz uma apresentação em São Paulo e ela compareceu. Depois do show, ela me mandou mensagem no Instagram falando que tinha achado massa uma pessoa da minha idade cantando e fazendo sucesso igual a mim, me passando uma energia muito boa com o que ela escreveu. Quando eu fui responder, vi que tinha uma mensagem muito antiga minha, de 2017, me declarando, não sei nem o que eu tinha na cabeça na época (risos). Eu acho que queria ser tanto amigo dela, que mandei aquele direct. Nisso a gente começou a fazer essa brincadeira interna entre a gente. Ela veio me zoar falando que se eu falava gostar dela tinha que, no mínimo, dedicar uma música. Quando lancei meu álbum novo, falei: “Vai ser essa, ok?’’. E aí ela postou um story escutando a canção. Encomendei a blusa e gravei o vídeo. Mas foi tudo avisado antes, ela riu bastante disso — minimiza ele.

A repercussão da declaração do artista foi maior do que o esperado. Nas redes sociais, se tornou um dos assuntos mais comentados na época e a filmagem publicada por ele ultrapassa 2,7 milhões de likes.

— Todo dia eu mandava mensagem para a Maísa e perguntava se tava tudo bem. Um dia ela pediu para dar uma maneirada pois tudo ficou sem controle, aí paramos com a brincadeira. A galera não entende a história, que é de amizade, então acaba levando para o lado romântico mesmo — ressalta João Gomes.

Em suas apresentações, é comum o público se emocionar com as letras mais sentimentais. E tem para todos os gostos: corações apaixonados, partidos e até mesmo os indecisos. Para compor, muitas vezes, João usa as próprias vivências:

— Bom mesmo é quando a música tem uma história. Eu me apaixono e surge um bocado de verso para a pessoa. Aí a galera se identifica porque vivencia situações parecidas — revela João Gomes.

A fama de João Gomes atraiu mais o público feminino, no entanto o foco dele é no trabalho. Com a rotina corrida, a voz de "Meu Pedaço de Pecado" acredita que é preciso manter a cabeça no lugar para não se perder no sucesso.

— Existe toda uma forma de conquistar uma mulher, mas com o aumento das cantadas fiquei menos afobado. Antes eu não tinha muita habilidade para chegar nas moças, mas agora está tudo certo. Por mais que tenha todo dia uma mulher no evento me olhando, eu me sinto tranquilo. Eu respeito todas e vou lá para fazer meu show, a gente precisa manter a cabeça no lugar para não se perder nesse mundo — declara João Gomes.

O alcance nacional de um dos nomes mais famosos do piseiro se deve a uma habilidade especial: saber se comunicar com todos os públicos. Querido por todas as faixas etárias, o artista acredita que o sucesso também se deve ao carinho da sociedade pelo que ele representa.

— Eu tenho muito cuidado com as palavras, em saber como me expressar. Uma música pode ser legal, mas inapropriada para crianças. No meu caso, eu tento sempre escolher bem o que transmito nas minhas letras. Muitas pessoas também me escutam por me acompanharem nas redes sociais, saberem mais da minha história e me acharem legal, aí elas se sentem convidadas a ouvirem as canções — diz João Gomes.

Em Pernambuco, cidade onde cresceu e vive atualmente, o artista não esperava fazer tanto sucesso em outras regiões do país. No dia 4 deste mês, no entanto, em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, João viu a feira agropecuária com lotação máxima na plateia.

— Até chegar na cidade, eu não sabia como seria, se haveria muitos fãs me esperando. Pensei que poderiam aparecer, no máximo, 10 mil pessoas. Mas tinha bem mais (estimativa de 100 mil segundo perfis de organização do evento). Quando o prefeito me contou, comecei a agradecer bastante a Deus — recorda.

Em seus shows mais recentes, aliás, é comum notar sua comoção. Mesmo com a agenda lotada, ele ainda encara cada apresentação como se fosse a primeira de sua vida.

— Doideira, né? Sou um cantor chorão (risos)! Sempre passa um filme na cabeça. Por mais que a gente ache que sempre dá conta, chega um momento em que a gente não se aguenta. Antes de subir ao palco, eu sinto a energia da multidão. Aquela coisa que dá antes de cantar e que faz até o cabelo ficar em pé. É ótimo quando a gente consegue passar a mensagem que queremos para os outros — empolga-se o artista das multidões.

Antes de se dedicar a música, o cantor estudava para ser técnico em agropecuária. No auge da pandemia, ele interrompeu os estudos e começou a viver da sua paixão. Dos maiores bens materiais que o artista já comprou, para ele o mais satisfatório é a sanfona, pelo valor de R$ 40 mil, dada ao músico e amigo, Jeovanny Gabriel.

— Comecei a cantar por conta do Zé Vaqueiro. Eu fui só com a minha fé, eu só tinha meu sonho. Minha maior vontade era dar uma sanfona ao Jeovanny,que toca na minha banda. Mais que cantar, meu desejo era esse. Era engraçado porque ele virava para mim e falava: "João, como você vai me dar uma sanfona se estamos juntando dinheiro até para comprar uma coxinha de 1 real?". Com o meu primeiro cachê alto, a primeira coisa que fiz foi dar uma sanfona a ele — revela João Gomes.

No passado, ele lembra que perdia o sono por conta das frustrações vividas para tentar um espaço no meio musical. Atualmente, não consegue dormir por tanta felicidade.

— Tem um tempo que eu não consigo dormir por agradecer a Deus por colocar essas pessoas no meu caminho e lutando nesse sonho comigo. Quando eu acordo, já levanto cheio de vontade de fazer acontecer, de falar sobre novos projetos. Lembro de quando eu chorava antes de dormir por não conseguir realizar as coisas que gostaria. Por só ser chamamado para cantar duas músicas em uma live ou não conseguir gravar um clipe — desabafa João Gomes.

Filho de pais humildes, a infância do cantor foi bem diferende da sua realidade pós fama. Com a mãe trabalhando na roça e o pai atuando como barbeiro, a renda da família não dava para muita coisa. A mudança da situação fincanceira dele foi percebida, inclusive, na alimentação.

— Ontem eu fui na casa da minha mãe, também em Petrolina, e foi muito engraçado para mim. Eu cheguei em casa falando "oxi, mainha! você nunca cozinhou assim para mim", mas aí lembrei na hora que antigamente a gente só comia ovo, não tinha tanta mistura — diz João Gomes.

Mesmo as pessoas que desacreditavam do artista começaram a se aproximar depois da explosão das canções. A resposta para essas elas é apenas uma: distância.

— Eu procuro uma certa distância dessas pessoas. Busco ficar perto de quem me incentiva de verdade e me apoia, pois não é fácil. Só quero pessoas que sejam sinceras comigo — afirma João Gomes.

Fã declarado dos cantores Tarcísio do Acordeon e Vitor Fernandes, com quem já tem parceria, João Gomes ainda sonha em gravar com Fagner, Edson Gomes e, claro, Zé Vaqueiro. Nas horas vagas, ele costuma ouvir músicas do seu segmento, mas curte outros estilos, como rap. Dos artistas que ele ouve, o cantor destaca o rapper L7nnon.

— O L7 foi o primeiro amigo artista que eu fiz fora do meu segmento, então sou muito fã — explica João Gomes.

Na segunda-feira (25), pelas redes sociais, ele deixou os fãs eufóricos ao anunciar uma novidade. Ainda sem data marcada, o cantor contou que irá lançar um novo DVD que, dessa vez, irá contar com a presença do público. Misterioso, João Gomes ainda não revelou a cidade escolhida para a gravação, mas deu uma dica durante a entrevista.

— Vai ser num lugar muito especial. O que eu posso falar é que tiveram que derrubar um decreto para que eu poder gravar o DVD lá, então é um lugar importante — revela João Gomes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos