João Kléber reúne 14 mulheres no Guarujá em novo reality: 'Treta logo no início'

LEONARDO VOLPATO
·3 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 31.01.2013 - RETRATO DO APRESENTADOR JOÃO KLÉBER , na sede da Rede TV. Foto: Karime Xavier/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 31.01.2013 - RETRATO DO APRESENTADOR JOÃO KLÉBER , na sede da Rede TV. Foto: Karime Xavier/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Resistência, força e garra. Esses são três dos principais atributos que 14 mulheres vão precisar mostrar ao longo dos oito episódios do novo reality da RedeTV!, Bela do Verão, que estreia neste domingo (4). Comandado por João Kléber, 63, o programa vai testar os limites físicos e psicológicos das participantes que ficaram confinadas em uma mansão no Guarujá, no litoral paulista. A mais resistente ganhará uma viagem para o Caribe.

"Apesar do nome, não é desfile de moda ou uma atração para valorizar a beleza feminina. A ideia é ver quem consegue vencer mais desafios ao longo dos dois meses de provas. São competições de esforço, habilidade, conhecimentos gerais e resistência que vão mexer com as estruturas", diz João Kléber, que apresentará a atração dentro do programa João Kléber Show, aos domingos, às 23h.

No primeiro episódio, o apresentador projeta a primeira treta da temporada. "Cada uma tem sua personalidade e temperamento e vai acabar gerando conflitos. Aconteceu de duas mulheres escolhidas já terem tido desentendimentos antes de entrar no reality. Logo de início já tem essa polêmica."

O programa foi pensado por João Kléber e pela direção da RedeTV! em 2019, antes do início da pandemia. A ideia era estrear em meados de 2020. Com o avanço do coronavírus, porém, os planos forma adiados. As gravações começaram em outubro de 2020 e, segundo o apresentador, seguindo todos os protocolos sanitários.

João Kléber diz que a final terá provas ainda mais difíceis e elaboradas e será gravada mais para frente -as participantes não estão mais confinadas. "Elas não sabem quem foi para a final nem eu. Gosto de ir tocando semana a semana e vou improvisando na apresentação com o que eu sinto. Está muito legal, as pessoas vão se surpreender com a qualidade das imagens."

Na dinâmica do reality, a casa é dividida em dois grupos. Elas disputam provas e etapas das mais diversas formas e vão acumulando pontos ao longo da jornada -não há eliminações. As três mais bem colocadas concorrem à final, que deve ser aberta para votação do público.

Para descontrair, elas poderão curtir algumas festas entre uma etapa e outra, com algumas surpresas pelo caminho. "Haverá momentos em que elas ficarão mal, com problemas de convivência. Não vai ter competição fácil. Pelo contrário, algumas foram pesadas e mexeram com elas."

Entre as belas há as mais calmas, as mais exaltadas, as mais ponderadas e outras com perfil conciliador. "Este formato foi criado por nós e, no futuro, podemos pensar em novas temporadas. Mas ainda não pensamos em continuidade. Vai ter entretenimento, isso eu garanto", diz João Kléber.

TESTE DE FIDELIDADE DE VOLTA

O Teste de Fidelidade já tem previsão de retomar à RedeTV! após dois anos em suspensão. Criador do projeto, João Kléber diz que o quadro será reformulado e volta após o Bela do Verão. "Eu criei isso em 2001. E foi vendido a vários países e muita gente tentou fazer de forma diferente. Até existir não tinha outro quadro que testasse casais no mundo. Já na época foi polêmico, imagina hoje."

"O Teste vai voltar futuramente de outro jeito. Estava na hora de reformular e após o Belas voltaremos com o quadro remodelado", acrescenta o apresentador, que diz que o objetivo agora é atingir todas as idades. "Meu objetivo, desde os 15 anos fazendo rádio e programas, é entreter. São mais de 40 anos de profissão e eu atinjo público desde criança até os 100 anos. Quantas gerações eu atravessei. Entretenimento tem que fazer a pessoa descontrair. O telespectador não tem que pensar muito."

O apresentador traça um paralelo entre o Teste de Fidelidade e o personagem Charlotte Pink, que ele criou em 2002 e também fez sucesso. Ambos ajudaram na audiência da RedeTV!. "Quando criei o Teste não esperava o sucesso que foi. A Charlotte Pink também, pois falava de temas polêmicos. Os primeiros dois dígitos da RedeTV! atingimos com Charlotte. Não gosto de me acomodar, mas de me reinventar", conclui.