Jockey Club arrecada eletrônicos para alunos de escola social

Larissa Medeiros
·1 minuto de leitura

RIO — Com a pandemia, o impacto da desigualdade social no ensino remoto ampliou ainda mais a discussão do acesso aos recursos para todos os estudantes. Em vista disso, a Escola Jockey Club Brasileiro, que fica no hipódromo, na Gavéa, deu início a uma campanha inédita de arrecadação de celulares, tablets e computadores usados destinados aos alunos que não dispõem de eletrônicos para assistir às aulas em casa. A unidade social atende, com ensino gratuito, alimentação e assistência dentária, mais de 500 estudantes, entre filhos de funcionários, profissionais do turfe e jovens de comunidades.

— Nunca foi tão necessário cada aluno ter seu próprio celular ou tablet. A ampliação do acesso à educação é de suma importância. Com ela se amplia o conhecimento e, consequentemente, aumentam as oportunidades, não só para os alunos como para a família — ressalta Sandra Page, diretora da escola.

Os eletrônicos precisam ter até sete anos de uso, conexão wi-fi, 3G e carregador e estarem prontos para utilização. As doações serão recebidas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Praça Santos Dumont 31, na Secretaria Geral da Tribuna B.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)