Joe Biden elogia 'vitória convincente' na disputa presidencial dos EUA

·1 minuto de leitura
Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, pede unidade em um discurso de vitória em Wilmington, Delaware
Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, pede unidade em um discurso de vitória em Wilmington, Delaware

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, disse na noite deste sábado que os eleitores lhe deram uma vitória "convincente" após a projeção de que ele teria derrotado Donald Trump. 

"Esta é a hora de cicatrizar na América", disse um entusiasmado Biden a apoiadores em um comício ao ar livre em sua cidade natal, Wilmington, Delaware. 

"Prometo ser um presidente que não busca dividir, mas unificar", disse Biden, traçando um forte contraste com os quase quatro anos polarizadores de Trump. 

Reconhecendo a decepção dos apoiadores de Trump, Biden disse deles: "Eles não são nossos inimigos. Eles são americanos".

"Deixem essa era de demonização na América começar a terminar aqui", convocou. 

"Busquei este cargo para restaurar a alma da América, reconstruir a espinha dorsal desta nação, a classe média, e fazer com que a América seja respeitada em todo o mundo novamente", acrescentou. 

Biden estava visivelmente otimista ao se dirigir à multidão socialmente distanciada, correndo pelo palco após uma introdução da vice-presidente eleita Kamala Harris ao som de "We Take Care of Our Own" de Bruce Springsteen. 

"Pessoal, o povo desta nação falou. Nos deu uma vitória clara, uma vitória convincente", comemorou.

Biden prometeu nomear um grupo de cientistas importantes para sua força-tarefa contra o coronavírus já na segunda-feira. 

"Na segunda-feira, nomearei um grupo de cientistas e especialistas importantes como conselheiros de transição para ajudar a pegar o plano Biden-Harris e convertê-lo em um projeto real que começará em 20 de janeiro de 2021".

mlm-sct/ec/cc