Joe Biden promete mais mil milhões de dólares em armas para a Ucrânia

Desde o início da invasão russa que a Ucrânia tem vindo a pedir mais e melhores armas aos países Ocidentais e os Estados Unidos têm respondido aos apelos de Volodymyr Zelenskyy.

Esta quarta-feira, Joe Biden anunciou o envio de mais mil milhões de dólares em armamento para as forças ucranianas, a que se juntam 225 milhões de dólares em assistência humanitária.

De acordo com o Pentágono, a ajuda militar norte-americana a Kiev já superou os 5 mil e 500 milhões de dólares, um reforço bem-vindo para os ucranianos, que continuam a tentar travar o avanço das tropas russas com recurso a métodos antigos e com conhecidas consequências para o futuro, como a colocação de minas antitanques nas florestas de Donetsk.

A situação mais complicada vive-se em Severodonetsk, onde a ONU apelou para a situação urgente que se vive nos bunkers do complexo fabril da Azot, onde estão refugiadas milhares de pessoas em condições precárias. A evacuação ainda não foi possível, com ambos os lados a culparem-se mutuamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos