Jogador de rúgbi quase morre ao pegar traição de noiva com colega

Michael Lichaa, australiano jogador de rúgbi, flagrou sua noiva tendo relações com um companheiro de equipe.
Michael Lichaa, australiano jogador de rúgbi, flagrou sua noiva tendo relações com um companheiro de equipe. Foto: (Tony Feder/Getty Images)

Um jogador de rúgbi quase faleceu na Austrália após flagrar sua noiva tendo relações sexuais com um companheiro de equipe. Michael Lichaa, revoltado por ter visto Kara Childerhouse com Adam Elliott, que também atua pelo Canterbury-Bankstown Bulldogs, deu um soco em uma janela de vidro e perdeu mais de dois litros de sangue, de acordo com informações publicadas pelo jornal New York Post.

O jogador traído, na última semana, foi inocentado pela Justiça das acusações de violência doméstica feitas por sua ex-companheira. Por Kara ter se recusado a comparecer ao tribunal e testemunhar contra Michael Lichaa, o processo foi retirado. O jogador havia sido acusado de violência após flagrar o 'novo casal' tendo relações em sua casa e, embriagado, ter socado a janela. Vizinhos, então, chamaram a polícia, que foi ao local e classificou a cena vista como "uma festa de sangue".

Leia também:

Após ser absolvido, Michael concedeu entrevista se dizendo aliviado e que busca seguir em frente: "Não conseguia tirar da cabeça a imagem da minha noiva fazendo sexo oral no meu melhor amigo. Só quero deixar tudo para trás agora e seguir em frente com minha vida e ter dias felizes pela frente".

Adam Elliot, em depoimento à Justiça, afirmou que, no dia do flagra, havia bebido por mais de 12 horas consecutivas, mas negou que Michael Lichaa tivesse agredido Kara Childerhouse, que, por estar grávida, preferiu não mais participar do processo para evitar novos estresses que pudessem prejudicar, de alguma forma, sua gravidez e gerar alguma consequência.