Jogador do Tottenham proíbe a mãe de ir aos estádios

Eric Dier falou do incomodo com os insultos aos seus familiares durante jogos do Tottenham. Foto: James Williamson - AMA/Getty Images
Eric Dier falou do incomodo com os insultos aos seus familiares durante jogos do Tottenham. Foto: James Williamson - AMA/Getty Images

Eric Dier proibiu sua mãe de ir a campos de futebol, alegando que o abuso em estádios ingleses está piorando. O jogador mencionou que alguns de seus amigos e parentes foram novamente vítimas de abuso no mês passado. "Tive alguns familiares e amigos no jogo do Chelsea contra o Tottenham recentemente e eles tiveram problemas e tal.

Essa não foi a primeira vez que a defesa denunciou os abusos. Em março de 2020, o próprio jogador pulou nas arquibancadas para defender o irmão de um torcedor. Como resultado, Dier foi banido do campo por quatro jogos e multado em £ 40.000 (cerca de 230 mil reais), e não ficou nada feliz com isso.

Leia também:

"Não estou nada feliz com a forma como esse incidente foi tratado. Não sei o que posso dizer sobre isso porque não sei se vou ser multado novamente ou algo assim", reclamou.

Além disso, ele admite que não está arrependido. "Não foi tão dramático quanto as pessoas fazem parecer. Mas sim, eu não me arrependo e faria de novo", explicou.

Desde que isso aconteceu há dois anos e meio, o zagueiro alegou que a situação se deteriorou e levou seu círculo íntimo a parar de assistir aos jogos, principalmente fora de casa.

"Minha mãe não foi a um jogo fora de casa. Ela adoraria, mas eu ficaria preocupado, e isso é loucura, não é? Todas as nossas famílias passam por isso", seguiu.

"Não estou dizendo que são apenas torcedores do Chelsea ou do Tottenham, são torcedores de futebol em geral", encerrou Dier.