Jogador é punido com sete meses de suspensão por cuspir em árbitro na Alemanha

·1 min de leitura
AUE, GERMANY - FEBRUARY 05:  Clemens Fandrich of Aue runs with the ball during the Second Bundesliga match between FC Erzgebirge Aue and Hamburger SV at Sparkassen-Erzgebirgsstadion on February 5, 2021 in Aue, Germany.  (Photo by Matthias Kern/Bongarts/Getty Images)
Clemens Fandrich em ação pelo FC Erzgebirge Aue na segunda divisão da Alemanha. Foto: (Matthias Kern/Bongarts/Getty Images)

A Federação Alemã de Futebol decidiu por suspender o meio-campista Clemens Fandrich, do FC Erzgebirge Aue, até o dia 22 de maio de 2022 por ter cuspido em um dos assistentes do árbitro em partida válida pela Bundesliga 2, a segunda divisão alemã.

Na ocasião, partida contra o Ingolstad em 22 de outubro, o jogador se queixou de uma sinalização do bandeirinha e começou uma forte discussão, onde acabou cuspindo no rosto da autoridade de campo.

Leia também:

Clemens Fandrich deu declarações negando qualquer tipo de agressão. Antes mesmo de ser informado de sua pena, o atleta disse estar chocado e que irá tomar medidas contra as acusações.

"Estou chocado. É uma mentira absoluta e um insulto à minha reputação. Eu não cuspi nele. Vou buscar um advogado para ver como posso me defender".

Hans Lorenz, chefe de disciplina da DFB (Federação Alemã de Futebol), condenou o ato, apesar do excelente comportamento de Fandrich durante sua carreira.

"A violência contra os árbitros e seus assistentes se castiga com suspensões de seis meses a dois anos. O tribunal teve em conta o impecável comportamento de Clemens nos seus 12 anos de futebol profissional. Porém, cuspir no rosto de um assistente é um assunto tão sério que consideramos um castigo mais severo".

O atleta deve recorrer da decisão da corte desportiva alemã, os indicativos, porém, são de que a pena não será revista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos