Jogador do Goiás diz que foi vítima de racismo durante partida contra o Atlético-GO

O volante do Goiás Fellipe Bastos afirmou que foi vítima de racismo chamado de “macaco” duas vezes enquanto ia para o vestiário durante o intervalo do jogo.

— Aconteceu um ato racista. Eu estava saindo para o vestiário e um rapaz com óculos na cabeça me chamou de “macaco”. Eu voltei e falei para ele repetir. E ele falou: “macaco”. Me chamou duas vezes de macaco — contou à TV Globo logo após a partida.

O jogador contou que ficou revoltado porque demais pessoas viram a cena. Ele também disse que esse foi o primeiro episódio racista que sofreu no futebol, mas que sabe que esse tipo de atitude é recorrente no Brasil. Ele contou esperar que o torcedor seja identificado.

— É recorrente. Já aconteceu em outros estádios, com outros jogadores, outras pessoas. Temos que dar um basta nisso, só quem sofre é que sente. Eu não queria que isso abafasse nossa primeira vitória no Campeonato Brasileiro, mas é importante falar. Estou assustado, pois é a primeira vez que acontece comigo. Eu pedi para ele repetir e ele repetiu – disse Fellipe Bastos.

Ele também pediu para que o torcedor seja identificado e punido. E também afirmou que essa pessoa não representa o Atlético-GO:

— Essa pessoa tem que ser identificada, tem que sofrer punição. Não acho que é o clube que tem que sofrer, uma pessoa não diz o que é o Atlético-GO, mas a pessoa tem que sofrer a punição. É fácil identificar, pois ele me chamou duas vezes de “macaco” — desabafou.

Em nota, o Goiás afirmou que estar "completamente consternados com a atitude lamentável de racismo que aconteceu contra o nosso atleta Fellipe Bastos. Repudiamos veementemente esse ato vergonhoso e covarde, que infelizmente continua a acontecer no futebol. Chega! Isso precisa acabar!"

O técnico do Atlético-GO, Umberto Louzer, prestou solidariedade ao jogador, após a coletiva dele. O treinador foi ao local onde acontecia a entrevista e conversou com Fellipe.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos