Jogadores da seleção se manifestam contra, mas vão jogar a Copa América; leia a íntegra do manifesto

·1 minuto de leitura

Após mais uma semana com bastidores tensos, a seleção brasileira venceu o Paraguai por 2 a 0, na noite desta terça-feira, no Defensores del Chaco, pela oitava rodada, e manteve o 100% de aproveitamento nas Eliminatórias sul-americanas. Porém, o assunto após a partida é Copa América e o prometido manifesto dos atletas. Após a partida, os jogadores publicaram um manifesta em suas redes sociais, liderados pelo capitão Casemiro.

Os jogadores decidiram divulgar, em conjunto com a comissão técnica, um manifesto. O objetivo é deixar claro a insatisfação com os problemas da entidade na organização da Copa do América.

Os jogadores da Seleção estão insatisfeitos com a forma como o então presidente da CBF, Rogério Caboclo, conduziu o tema junto ao elenco, em nenhum momento tratou da possibilidade de transferência da Copa América para o Brasil.

Também causou mal-estar o fato de nenhum dirigente ter se pronunciado publicamente sobre a transferência da competição da Argentina para o Brasil.

Alguns jogadores do Brasil procuraram atletas de outros países para discutir um boicote à Copa América. Apesar dos problemas da competição, outros jogadores de seleções lembraram que existe compromisso em jogar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos