Jogadores do Flamengo e Jesus desejam retomar treinos após conhecerem estratégia do clube

Diogo Dantas

O detalhamento dos procedimentos de saúde e segurança feito pelo Flamengo fez os jogadores e o técnico JorgeJesus sinalizarem o desejo pela retomada das atividades assim que possível.

Embora ainda haja receio de alguns membros da diretoria, em função do crescente número de mortes no Brasil pelo novo coronavírus, atletas e comissão técnica deixaram de lado a desconfiança inicial.

O encorajamento dos jogadores se deu não apenas pelo tédio relatado em conversas informais, mas também pelo ambiente de trabalho que encontrarão na volta ao Ninho do Urubu.

Os atletas foram informados que irão em seus carros até o CT e que se trocarão em quartos individuais do módulo profissional. O vestiário sequer será utilizado.

Fora isso, haverá quatro campos disponíveis, com atletas divididos em pequenos grupos. Sem contar os testes semanais que o clube pretende retomar assim que tiver ideia da data para recomeçar as atividades.

No que diz respeito a Jorge Jesus, o português de 65 anos terá cuidados especiais por ser do grupo de risco. Além de usar máscaras e luvas, o Mister ficará apenas como supervisor geral dos treinamentos.

Os grupos de atletas serão coordenados por auxiliares-técnicos e Jorge Jesus estará à distância orientando os jogadores e seus demais subordinados.

Consciente do método, o treinador aguarda os trâmites da direção junto ao poder público para implementar um novo tipo de trabalho, com menos participação e contato direto.