Jogadores utilizados, escalações, números e possíveis rivais nas oitavas: o Flamengo na Libertadores

Lazlo Dalfovo
·4 minuto de leitura


Flamengo e fase de grupos da Libertadores vinham sendo sinônimos de drama e aflição para o torcedor rubro-negro. Só que não este ano, que foi diferente, inclusive, do que ocorreu em 2019, quando o time foi campeão mas não sem antes passar sufoco até o último segundo da fase inicial. Na última quarta-feira, o time de Domènec Torrent venceu o Junior Barranquilla no Maracanã, por 3 a 1, e garantiu a primeira colocação do Grupo A, sem sustos.

Ao todo, foram 15 pontos somados em 18 possíveis - o que tornou a atual campanha a segunda melhor do clube no histórico desta fase. O Rubro-Negro venceu todos os seus componentes ao menos uma vez, sendo o único tropeço diante do Independe Del Valle, no acachapante 5 a 0 de Quito.

Desde então, curiosamente, o clube carioca não foi mais derrotado - são dez jogos de invencibilidade, com oito vitórias e dois empates neste período, somando Brasileiro e Libertadores.

Voltando os holofotes exclusivos à Libertadores: para avançar às oitavas, o Flamengo utilizou 31 atletas nos seis jogos do Grupo A e, seja com Jorge Jesus (nas duas primeiras rodadas) ou Domènec Torrent, não houve nem sequer uma escalação repetida. Isso se deve muito ao fato do surto de Covid-19, que assolou o elenco rubro-negro no último mês.






QUEM DA BASE FOI UTILIZADO

Dome teve que recorrer às categorias de base mais do que nunca, como no jogo contra o Barcelona, em Guayaquil. Em toda a campanha, o Flamengo utilizou 11 jogadores formados no clube, dos 14 inscritos oriundos do Ninho do Urubu. Os aproveitados foram:

- Goleiros: César (3 jogos) e Hugo Souza (1 jogo)

- Zagueiros: Thuler (2 jogos), Gabriel Noga (2 jogos) e Natan (1 jogo)

- Laterais: Ramon (3 jogos) e Matheuzinho (2 jogos)

- Meio-campista: João Gomes (1 jogo)

- Atacantes: Lincoln (3 jogos), Lázaro (1 jogo) e Guilherme Bala (1 jogo)

Os inscritos da base que não ainda foram aproveitados, até aqui, são: os goleiros Gabriel Batista e João Fernando e o centroavante Rodrigo Muniz, que recentemente foi emprestado para o Coritiba.

TODAS OS PLACARES E ESCALAÇÕES

04/03 - Junior Barranquilla 1x2 Flamengo (1ª rodada)
Diego Alves; João Lucas, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís; Thiago Maia, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Michael); Vitinho (Pedro) e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.

Gols:
Everton Ribeiro (2)

11/03 - Flamengo 3x0 Barcelona-EQU (2ª rodada)
Diego Alves; Rafinha, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís; Thiago Maia (Diego), Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Michael); Bruno Henrique (Vitinho) e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.

Gols: Gustavo Henrique, Gabigol e Bruno Henrique

17/09 - Independiente Del Valle 5x0 Flamengo (3ª rodada)
César; Isla, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson (Thiago Maia), Diego (Bruno Henrique), Everton Ribeiro (Michael) e Arrascaeta (Pedro); Gabriel Barbosa. Técnico: Domènec Torrent.

22/09 - Barcelona-EQU 1x2 Flamengo (4ª rodada)
César; Thuler (Ramon), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Thiago Maia e Gerson; Everton Ribeiro, Arrascaeta e Pedro (Lincoln). Técnico: Domènec Torrent.

Gols: Arrascaeta e Pedro

30/09 - Flamengo 4x0 Independiente Del Valle (5ª rodada)
Hugo; Matheuzinho (Isla), Gabriel Noga, Natan e Ramon; Thiago Maia (Diego), Gerson e De Arrascaeta; Gabriel Barbosa (Bruno Henrique), Lincoln (Guilherme Bala) e Pedro (Michael). Técnico: Jordi Guerrero (Dome estava com Covid-19).

Gols: Bruno Henrique (2), Pedro e Lincoln

21/10 - Flamengo 3x1 Junior Barranquilla (6ª rodada)
César; Matheuzinho, Thuler (Gabriel Noga), Léo Pereira e Renê; Willian Arão (João Gomes) Diego, Michael, Vitinho (Lázaro) e Bruno Henrique; Lincoln (Ramon). Técnico: Domènec Torrent.

Gols: Thuler, Lincoln e Bruno Henrique

NÚMEROS DA CAMPANHA

6 jogos
5 vitórias
1 derrota
83.3% aproveitamento
14 gols marcados
8 gols sofridos

Artilheiros da equipe: Bruno Henrique (4 gols), Everton Ribeiro (2), Lincoln (2), Pedro (2), Arrascaeta (1), Gabigol (1), Thuler (1) e Gustavo Henrique (1).

Flamengo x Junior Barranquilla
Flamengo x Junior Barranquilla

Bruno Henrique é o artilheiro do Fla até aqui (Foto: AFP)

POSSÍVEIS ADVERSÁRIOS

Classificado como líder de seu grupo, o Flamengo enfrentará algum segundo colocado de outro grupo. Qual? A resposta será dada no sorteio a ser realizado pela Conmebol, nesta sexta-feira, a partir das 12h.

As bolinhas definirão todo o chaveamento da fase mata-mata, com os clubes divididos em dois potes: em um, os oito primeiros colocados da fase de grupos e, em outro, os oito segundos. Os duelo serão disputados em ida e volta, sendo a vantagem de decidir em casa para os líderes de seus respectivos grupos.

> Confira a tabela da Libertadores

Ainda restam jogos dos Grupos E e H, que serão disputados esta noite. Mas, até este momento, os possíveis adversários do Flamengo são:

Grupo A – Del Valle
Grupo B – Guaraní-PAR
Grupo C – Athletico-PR
Grupo D – LDU
Grupo E – Grêmio, Internacional ou América de Cali
Grupo F – Racing
Grupo G – Delfin
Grupo H – Caracas ou Libertad

Taça Libertadores
Taça Libertadores

Fla briga pelo tri da Libertadores (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)