Rússia convoca embaixador de Israel para falar da Síria

Moscou, 10 abr (EFE).- O Ministério de Relações Exteriores da Rússia convocou nesta terça-feira o embaixador de Israel no país, Harry Koren, para falar da situação na Síria, depois que esse país bombardeou uma base militar síria, segundo acusações de Damasco e Moscou.

"Vou manter hoje uma reunião com o embaixador de Israel. Convidamos ele para falar da Síria", disse à imprensa Mikhail Bogdanov, vice-ministro de Relações Exteriores russos.

À pergunta sobre o conteúdo da reunião, Bogdanov respondeu que planeja "discutir tudo".

"A situação na Síria, na Faixa de Gaza, os contatos bilaterais. Estamos interessados nesse diálogo porque os eventos se desenvolvem muito rápido no Oriente Próximo".

Nesse contexto, explicou, é preciso "avaliações conjuntas constantes" a fim de "não permitir a escalada das tensões e contribuir para a normalização da situação".

Segundo a Rússia, Israel bombardeou na noite de segunda-feira a base militar síria T4, no centro do país, provocando a morte de 14 pessoas e duras críticas de Damasco e Moscou.

Embora Israel não tenha confirmado a realização do ataque, veículos de imprensa americanos informaram que o Governo do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, compartilhou com os EUA seus planos antes de dois aviões das Forças Aéreas israelenses lançarem oito projéteis, desde território libanês, contra o aeroporto. EFE