John Le Carré chama premiê britânico de "porco ignorante" em novo romance

John le Carré

O mestre britânico de romances de espionagem, John le Carré, ataca em seu novo romance o primeiro-ministro Boris Johnson, a quem ele chama de "porco ignorante" por liderar a "loucura do Brexit", conforme publicado pelo jornal Guardian neste sábado.

O protagonista de seu novo trabalho, Nat, novamente agente dos serviços de inteligência britânicos, não usa panos quentes para descrever seu estado de ânimo após o referendo que aprovou a saída do Reino Unido da União Europeia.

O romance, intitulado "Agent Running in the Field", fala dos questionamentos que corroem Nat, 47 anos, membro da agência MI5, em meados de 2018.

Na época, Johnson era o ministro britânico das Relações Exteriores e Nat não tem mais certeza de que deseja servir fielmente a um governo que está se preparando para se divorciar da UE.

"Uma minoria, governo conservador de terceira classe. Um porco ignorante como ministro das Relações Exteriores, a quem devo ter fidelidade. E os trabalhistas não são muito melhor. Essa loucura total e fodida do Brexit", comenta Nat com a filha.

"O Reino Unido está despencando", acrescenta Nat em outro momento da obra, o vigésimo quinto romance de Le Carré.

O escritor veterano de 87 anos é um europeu convicto.

Em maio, durante as eleições europeias, ele se juntou a outros romancistas para fazer campanha para explicar os benefícios de ficar na UE.

As eleições foram claramente vencidas pelo Partido do Brexit, fundado pelo populista Nigel Farage.

O livro será publicado no Reino Unido no próximo mês, apenas duas semanas antes da data em que o país deve deixar o clube europeu, em 31 de outubro.