John Malkovich viverá magnata caído em desgraça em nova peça de David Mamet

O ator norte-americano John Malkovich em premiação na Espanha 22/09/2017 REUTERS/Vincent West

LONDRES (Reuters) - O ator John Malkovich será o protagonista de uma nova peça de David Mamet, vencedor do Prêmio Pulitzer, sobre um chefe de estúdio de Hollywood caído em desgraça, uma história que ele disse ter sido escrita em parte em reação ao escândalo que envolveu o produtor de cinema Harvey Weinstein.

Falando à BBC Radio nesta terça-feira, Malkovich descreveu "Bitter Wheat", que estreia em Londres no verão local, como "uma farsa sombria sobre um magnata do cinema muito mal comportado", que ele disse "não ser particularmente" Weinstein. O produtor irá a julgamento em Nova York em maio por ter sido acusado de agredir sexualmente duas mulheres.

"É em grande parte sobre esse negócio e em grande parte sobre como as pessoas neste negócio, em posições, digamos, como chefes de estúdio vêm se comportando por mais ou menos um século já. Muitas delas eram notoriamente mal comportadas", disse.

"A ideia... talvez tenha começado como uma reação a todas as notícias que saíram no ano passado, em particular sobre Harvey Weinstein, mas na verdade sobre muitas e muitas pessoas, algumas das quais também eram manda-chuvas em vários estúdios. Acho que David meio que pegou a ideia daí e a levou adiante".

Mais de 70 mulheres, a maioria jovens atrizes e outras que trabalham no cinema, acusaram Weinstein, de 66 anos, de má conduta sexual, inclusive agressão, ocorridas durante décadas.

Weinstein, que se declarou inocente depois de ser preso em maio passado, negou todas as acusações, dizendo que todos os encontros sexuais foram consensuais.

(Por Marie-Louise Gumuchian)